Valor Presente Líquido ajuda no estudo de viabilidade financeira

Dentre os diversos termos presentes no universo dos investimentos, o Valor Presente Líquido – comumente representado por VPL – se faz bastante representativo.

Apesar de não ser considerado como um indicador fundamentalista por muitas pessoas, o Valor Presente Líquido é uma ferramenta bastante eficaz na avaliação de investimentos e de suas respectivas viabilidades.

Valor Presente Líquido – Definição

O Valor Presente Líquido é o valor monetário na data inicial do fluxo de caixa de todas as entradas e saídas de recursos financeiros.

Dessa forma, o VPL pode ser definido, então, como sendo a diferença entre o valor presente do fluxo de caixa (entradas e saídas) menos o investimento inicial.

Valor Presente Líquido – Exemplo

Suponha-se que um investidor faça um investimento de R$ 100,00 em alguma aplicação e, neste sentido, o mesmo espera um retorno, ou seja, uma Taxa Mínima de Atratividade (TMA) de 10%.

Em outras palavras, isso significa que esses R$ 100,00 inicialmente investidos deverão se transformar em R$ 110,00 ao fim do período pré-estabelecido, de acordo com suas expectativas.

Nessa conjuntura, imagine-se ainda que surja um investimento ainda melhor no mercado que, após um estudo aprofundado, percebeu-se que pode representar um retorno de 15% no mesmo período, a uma taxa de risco coerente com a mesma Taxa Mínima de Atratividade do caso anterior.

Dessa forma, nessa segunda oportunidade de investimento, o resultado final da aplicação seria, portanto, de R$ 115,00, ao término do mesmo período.

A diferença entre os dois retornos, ou seja, 5%, quando levados ao valor presente da aplicação, representará, dessa forma, o Valor Presente Líquido, ou seja, o VPL.

Assim sendo, pode-se entender que o VPL é quanto o investidor pode ganhar a mais do que investindo com a Taxa Mínima de Atratividade, porém trazido a valor presente.

Critérios de avaliação

É compreensível, após uma breve análise, que todo investidor deve buscar alternativas de investimentos que representem um VPL maior que zero, pois isso significa que o mesmo estará obtendo maiores retornos nessa nova aplicação do que se mantendo na anterior.

Caso o VPL seja menor que zero, isso significa que seria viável a rejeição dessa nova alternativa, visto que não faz sentido algum investir-se em aplicações que produzam rentabilidades abaixo do esperado.

Ainda, se o VPL for igual a zero, a situação se torna indiferente, indicando que os dois ativos estudados representam um mesmo potencial de remuneração quando observados em uma mesma janela de tempo.

Conclusão

Como foi possível constatar, o VPL é uma ferramenta bastante importante para a avaliação e o estudo da viabilidade ou não de uma aplicação.

Entretanto, é necessário frisar que, antes de qualquer estudo dos fundamentos de um projeto empresarial, é necessário, primeiramente, entender todo o processo operacional do empreendimento em questão, compreendendo claramente a proveniência de suas receitas e também os seus potenciais gastos futuros, além do ambiente como um todo e as perspectivas de mercado daquela conjuntura societária, e como esses fatores podem afetar este projeto.

Tomada essas precauções, certamente o cálculo do Valor Presente Líquido se mostrará uma alternativa bastante viável e coerente no que diz respeito a uma análise de investimento financeiro.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2018 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

Share This

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account