Acesso Rápido

    União Europeia: conheça as particularidades desse bloco econômico

    União Europeia: conheça as particularidades desse bloco econômico

    No comércio internacional, países fazem parcerias comerciais entre si com o objetivo de desenvolverem suas economias. E muitos deles se reúnem em blocos comerciais como a União Europeia.

    O primeiro passo para a criação do bloco foi dado em 1951, com apenas cinco países. Hoje, a União Europeia é considerada o mais desenvolvido dos blocos econômicos, por também ter parcerias político-sociais entre os países e uma moeda única.

    O que é a União Europeia?

    A União Europeia (UE) é o bloco econômico e político europeu formado por 28 países, dos quais 19 utilizam o Euro como moeda e formam, assim, a Zona do Euro. Os demais países possuem moeda própria, mas têm vantagens em relações comerciais. A União Europeia também prevê a livre circulação de pessoas dentro do bloco.

    A União Europeia surgiu como uma ideia após a Segunda Guerra Mundial, com o objetivo de promover a paz e o desenvolvimento econômico na região. Assim, em 1958 foi criada a Comunidade Econômica Europeia (CEE), então constituída por Alemanha, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Países Baixos.

    Em 2002 foi implementada a moeda única no bloco, o Euro. Dessa forma, os países deixaram de ter a sua moeda própria para adotar o Euro. Hoje 19 países fazem parte da Zona do Euro.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Lista de Estados-membros da União Europeia e suas respectivas moedas:

    • Alemanha (Euro)
    • Áustria (Euro)
    • Bélgica (Euro)
    • Bulgária (Lev búlgaro)
    • Chéquia (Euro)
    • Chipre (Euro)
    • Croácia (Kuna croata)
    • Dinamarca (Coroa Dinamarquesa)
    • Eslováquia (Euro)
    • Eslovénia (Euro)
    • Espanha (Euro)
    • Estónia (Euro)
    • Finlândia (Euro)
    • França (Euro)
    • Grécia (Euro)
    • Hungria (Florim húngaro)
    • Irlanda (Euro)
    • Itália (Euro)
    • Letónia (Euro)
    • Lituânia (Euro)
    • Luxemburgo (Euro)
    • Malta (Euro)
    • Países Baixos (Euro)
    • Polónia (Złoty)
    • Portugal (Euro)
    • Reino Unido (Libra) – Votou para sair do bloco em 2016 e está em negociação para a sua saída
    • Roménia (Leu romeno)
    • Suécia (Coroa Sueca)

    Principais instituições da União Europeia

    União Europeia

    A União Europeia possui diversas instituições que garantem o seu funcionamento e trabalham para conseguir o bem-estar do bloco. Conheça as principais:

    Parlamento Europeu

    É o órgão legislativo do bloco. Portanto, é composto por parlamentares eleitos pelos cidadãos europeus a cada cinco anos.

    Conselho da União Europeia

    É composto pelos ministros dos governos de cada país da EU e tem como objetivo discutir, alterar e aprovar legislação e coordenar políticas. Então, os ministros estão habilitados a assumir compromissos em nome dos seus respectivos governos em relação a decisões tomadas no conselho. Dessa forma, é este o principal órgão de decisão do bloco junto com o Parlamento Europeu.

    Comissão Europeia

    É o órgão executivo da UE, e independente dos demais países. Propõe novas leis e executa as decisões do parlamento e conselho.

    Banco Central Europeu

    É o banco central do bloco e assim responsável pela política monetária do Euro. Dessa forma, é responsável por:

    • Fixar a taxa de juros básica da economia para controlar a oferta monetária e a inflação;
    • Gerir as reservas de divisas da zona do euro, assim como a compra e venda de divisas para equilibrar o cambio;
    • Supervisionar o mercado e as instituições financeiras e garante a segurança do sistema bancário;
    • Autoriza a produção de notas de euro.

    Banco Europeu de Investimento

    Responsável por levantar dinheiro nos mercados de capitais e o empresta em condições favoráveis a projetos que apoiem os objetivos da União Europeia.

    Espaço Schengen e a circulação de pessoas na UE

    O acordo de livre circulação de pessoas dentro do bloco é chamado de Espaço Schengen e permite a entrada e saída de cidadãos dos países membros sem controle de fronteiras.

    Hoje fazem parte desse espaço quase todos os países da União Europeia e alguns países associados.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Maria Aparecida dos Santos 16 de abril de 2020

      Muito bom! São informações que posso utilizar em minhas aulas a distancia.

      Responder