Acesso Rápido

    Um ano de Suno Research

    Um ano de Suno Research

    No mês de fevereiro comemoramos um ano de existência como empresa.

    Começamos a produzir textos em outubro de 2016, as famosas cartas do Barsi. Digo sem engano: foi o maior projeto de educação do mercado de capitais brasileiro. E gratuito.

    Mas para mim uma empresa só é empresa quando consegue o seu primeiro dólar de receita. E este primeiro dólar faturamos em fevereiro de 2017.

    Me lembro como se fosse hoje. Quando fomos testar o sistema de cartão de crédito, antes de testarmos uma senhora já havia feito a primeira compra.

    Conseguimos nosso primeiro cliente antes de saber se o sistema estava funcionando!!!

    Ali sabia que tínhamos um negócio. Mas com um negócio vem muita responsabilidade.

    Responsabilidade com todos: colaboradores, fornecedores, clientes, governo e reguladores.

    Eu sempre busquei ao longo da minha carreira e vida pessoal construir relacionamentos de longo prazo.

    Quando existe uma relação de longo prazo a confiança aumenta. De ambas as partes. Quando algum ruído acontece em uma relação de longo prazo, o histórico ajuda e todas as arestas são acertadas.

    Obviamente um relacionamento de longo prazo só pode ser construído se existe aproximação e confiança. Sempre tentei por aqui criar os dois. Sou bastante ativo em quase todos os canais, sem pedir nada em troca.

    No último sábado publicamos uma grande alteração em nossa área do assinante no site da Suno e hoje estamos lançando uma promoção especial de aniversário, que você pode conferir clicando aqui.

    PS: na foto sou eu em nosso primeiro escritório. Uma mesa compartilhada e solitário. Sem equipe. Mas com uma ideia: criar uma empresa única. Ser uma empresa verdadeiramente amiga do investidor. Sem promessas de ganhos. Sem taxas escondidas. Sem truques sujos. Conquistamos juntos muito até aqui. Mas queremos mais. Queremos que os investidores prosperem. A Suno não é a solução dos problemas do universo. Mas durmo tranquilo pois fizemos nossa parte.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *