Acesso Rápido

    Troca de serviços: entenda como funciona um modelo de permuta

    Troca de serviços: entenda como funciona um modelo de permuta

    Nem todo pagamento é feito por meio de dinheiro. Há muito tempo existe a possibilidade de troca de serviços, ainda que ela sofra alterações de acordo com local e mercado em questão.

    A figura da troca de serviços voltou a ganhar destaque nos últimos anos com os chamados influenciadores digitais. Estes, trocam produtos pela publicidade dos mesmos, o que pode normalmente é benéfico para seu planejamento financeiro.

    O que é troca de serviços?

    Troca de serviços ocorre quando duas pessoas chegam a um acordo no qual um presta serviço para outro como contrapartida para outro já prestado. Esta prática também é conhecida como permuta ou escambo e faz parte da história da humanidade, já que o surgimento do dinheiro ocorreu apenas há alguns séculos.

    Planilha da Vida Financeira

    Coloque suas finanças em ordem! Baixe gratuitamente nossa planilha e aprenda a planejar todas as etapas da sua vida financeira da melhor forma!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Há diversos tipos de trocas de serviços, como um agricultor que oferece seus produtos em troca da mão de obra de um mecânico, para consertar seu trator.

    Ou mesmo uma trabalhadora doméstica que cozinha como forma de pagamento por roupas confeccionadas por uma costureira. Quase como uma moeda mercadoria.

    Quer controlar melhor seus gastos? Baixe a planilha desenvolvida pela Suno Research de controle de gastos.

    Troca de serviços e a revolução tecnológica

    Apesar de ser uma prática milenar, a troca de serviços ganhou novas roupagens com o avanço da tecnologia. Uma delas, talvez a mais famosa no momento, é a permuta de serviços entre marcas e influenciadores digitais.

    De modo geral, a marca oferece produtos ao profissional em troca da divulgação do serviço prestado nas redes sociais. O intuito é utilizar o poder de influência do profissional para aumentar suas vendas.

    Há estudiosos, inclusive, que apontam que este tipo de mídia será uma forma de moeda em um futuro não muito distante. O que pode ser comprovado ao adentrar um estabelecimento que ofereça descontos para quem fizer check-in no Facebook marcando o local.

    Mas não é preciso ser famoso ou ter um grande alcance para conseguir usufruir do escambo de serviços. Existem diversas plataformas de trocas de serviços na internet. Inclusive no Brasil.

    Nelas, o usuário se inscreve, descreve o serviço que pretende prestar e o que aceitaria como forma de pagamento. Mas este processo pode sofrer variações de acordo com o site em questão.

    Ainda é possível optar por uma ferramenta segmentada, com foco no que se pretende ofertar. O que pode facilitar a procura do usuário.

    Além da plataforma de permuta, existe também a possibilidade de ingressar em grupos nas redes sociais que têm por objetivo proporcionar a troca de serviços entre os seus participantes. A escolha da ferramenta fica a critério do usuário.

    Troca de serviços para minimizar gastos

    Esta prática, que integra o campo da economia colaborativa, é mais sustentável. Sendo realidade, inclusive, em comunidades afastadas, que visam otimizar seus conhecimentos em prol dos seus integrantes.

    Assim, aqueles que têm conhecimentos específicos os utilizam como forma de contribuir para a comunidade, enquanto recebem os frutos das habilidades dos outros em contrapartida.

    Então, quem precisa reduzir gastos e otimizar ganhos pode recorrer a esta prática de mercado, ainda que não viva em um destes grupos. Afinal, todas as pessoas podem oferecer algum tipo de mão de obra em troca de um serviço que julgue necessário.

    Foi possível saber mais sobre troca de serviços? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *