Acesso Rápido

    Triple Net: entenda como funciona esse tipo de operação

    Triple Net: entenda como funciona esse tipo de operação

    Dentro do mercado imobiliário, existem uma série de possibilidades e operações diferentes de financiamento e aquisição de um imóvel. Dentre elas, uma que chama muito a atenção por sua estrutura e modo de funcionamento é o triple net.

    O triple net é uma modalidade de operação financeira muito popular nos Estados Unidos e que atrai os perfis mais conservadores que fogem dos riscos mercadológicos.

    O que é triple net ?

    Triple Net é um contrato de locação para propriedades comerciais direcionadas às grandes redes de varejo e lojas. A operação, também é conhecida pela sigla “NNN“, nos Estados Unidos vieram da expressão “net net net”.

    A palavra net, em inglês, significa “aluguel a ser pago líquido”. Logo, o nome triple net deriva do fato de, nessa modalidade de contrato, o inquilino do imóvel arcar com três despesas: impostos, seguros e eventuais manutenções.

    Qual a diferença do triple net para um contrato normal?

    Como o inquilino está cobrindo esses custos, que de outra forma seriam de responsabilidade do proprietário do imóvel, o aluguel cobrado no triple net geralmente é menor do que o aluguel cobrado em um contrato de arrendamento padrão.

    Por isso, a taxa de capitalização usada para calcular o valor do arrendamento é determinada pela credibilidade do inquilino.

    Além disso, por se tratar de um contrato do setor imobiliário comercial, os contratos triple net lease normalmente são firmados somente para a longo prazo, ou seja, mais de 1 ano de locação. Por regra, como já falamos, todos os locatários desses imóveis comerciais sempre assumem as obrigações, impostos e manutenções.

    Por que fazer um contrato triple net lease para um imóvel?

    A expressividade do mercado comercial é um fator que deixa o triple net atrativo para quem financia. Afinal, o investidor terá seu imóvel associado a um inquilino com prestígio social. É o caso de grandes redes alimentícias, como o Burger King, que utilizam sempre dos contratos NNN para seus estabelecimentos.

    Para o locador, as vantagens estão em passar obrigações, impostos e manutenções para o locatário. Porém, este se dispõe da rigorosidade das cláusulas do contrato, que não admitem se desfazerem do seu imóvel alugado.

    Portanto, quando o inquilino se desfizer do imóvel alugado no contrato net lease ou passar para outra empresa, esse ainda terá que pagar os custos e o aluguel até o seu vencimento. O contratado fica preso ao empreendimento, o que não é possível aqui no Brasil.

    Quais os benefícios do triple net?

    Além dos aspectos acima, também são características interessantes desse tipo de operação os seguintes pontos abaixo:

    • Os imóveis são novos;
    • O proprietário não possui responsabilidades de gestão, já que o inquilino assume as responsabilidades com seguros e manutenções.
    • Os contratos são para longo prazo, gerando estabilidade na receita;
    • Baixo risco de inadimplência, já que admite apenas inquilinos com crédito aprovado e alto.

    Contudo reforçamos mais uma vez, um beneficio sobre contratos NNN:  os proprietários se dispõem a ceder seu imóvel a uma empresa, oferecendo seu capital para negócio, fator primordial. Eles visam sobretudo a lucratividade que virá no longo prazo, pois seu empreendimento estará ligado aos resultados de um inquilino com grande potencial de crescimento.

    Esperamos que tenha aprendido o que é Triple Net. Para continuar aprendendo mais, faça o mini-curso: “Investindo em Fundos Imobiliários“. Em caso de dúvidas, deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco a sua opinião sobre o tema.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    9 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • ELY SILVA 7 de setembro de 2019

      Tiagão, você é um dos melhores. Quando eu tiver muita GRANA, vou te chamar pra me ajudar a administrar.

      Responder
    • luiz 12 de outubro de 2019

      Nossa. Muito contraditorio o texto.
      No inicio fala “Para o locatário, as vantagens estão em passar obrigações, impostos e manutenções para o locador.”
      Depois “Inquilino não possui obrigações com seguro, manutenção e IPTU;”

      Responder
      • Suno Research 14 de outubro de 2019

        Não é condraditório, locatário é outro nome para inquilino. Nessa modalidade de aluguel essas obrigações ficam com o proprietário/locador.

        Responder
    • Paulo Brasil 7 de novembro de 2019

      está contraditório sim, o Luiz tem razão

      Responder
      • Suno Research 7 de novembro de 2019

        O inquilino/locatário não tem essas obrigações pois as passa para o locador. Onde está a contradição?

        Responder
    • Pedro Laranja 14 de janeiro de 2020

      De fato, o texto está confuso. A confusão está nas segiuntes passagens.

      No início diz ”Como o inquilino está cobrindo esses custos, que de outra forma seriam de responsabilidade do proprietário do imóvel, o aluguel cobrado no triple net geralmente é menor do que o aluguel cobrado em um contrato de arrendamento padrão.”. Ou seja, o inquilino paga estes custos.

      Depois diz ”Para o locatário, as vantagens estão em passar obrigações, impostos e manutenções para o locador.” e também ”Inquilino não possui obrigações com seguro, manutenção e IPTU”. Ou seja, proprietário paga estes custos.

      Responder
    • Judas 3 de março de 2020

      Afinal quem paga os impostos, seguros e manutenções??

      “Logo, o nome triple net deriva do fato de, nessa modalidade de contrato, o proprietário do imóvel arcar com três despesas: impostos, seguros e eventuais manutenções.”

      “Como o inquilino está cobrindo esses custos, que de outra forma seriam de responsabilidade do proprietário do imóvel, o aluguel cobrado no triple net geralmente é menor do que o aluguel cobrado em um contrato de arrendamento padrão.”

      Responder
    • Ilberto Adami 10 de setembro de 2020

      Que pena, fizeram uma confusão sobre o artigo. Uma hora diz que o proprietário é o responável pelas munutenções, ajustes no imóvel, impostos e na sequencia já transfere para o inquilino. Lamentável pois já faz algum tempo que este artigo esta na rede e ninguém o revisou ainda.

      Responder
      • Suno Research 11 de setembro de 2020

        Olá, Ilberto! Tudo certo?
        Muito obrigado por nos avisar, acabamos de corrigir o texto. Espero que agora tenha ficado claro.
        Atenciosamente, Equipe Suno.

        Responder