Por: Tiago Reis

Trava de alta: o que é essa estratégia para o mercado de opções

No mercado de opções existe um direito primordial que o investidor exerce: o de comprar ou vender os ativos derivados. O exercício desse direito não é obrigatório, mas existem características que serão analisadas antes das negociações. Como por exemplo: estratégia da trava de alta ou trava de baixa.

A busca por diferença do preço de exercício é o que justificará a estratégia trava de alta. A relação risco versus retorno do mercado de renda variável é uma das bases para esse tipo de atuação.

O que é trava de alta?

A estratégia da trava de alta é voltada para análise de um ativo subjacente ou primário. Assim, quando esse ativo subjacente se valoriza, o investidor executará uma compra, chamada de “call At-the-money” ou compra de uma opção abaixo do preço da cotação do ativo primário.

Posteriormente, ele realizará uma venda quando o preço estiver valorizado, por um valor superior, chamada de “call Out-the-money”. O objetivo será o de vender a opção. A trava de alta é conhecida também como call spread, long call, call debit spread ou spread de alta.

Como montar uma trava de alta?

Para montar trava de alta, é preciso fazer a call At-the-money e. depois, call Out-the-money. Ou seja, primeiro o investidor pagará o prêmio. Depois, com um strike elevado, receberá o prêmio. Assim, temos o spread de alta, quando preço pago inicialmente não será maior que o recebido ao final da liquidação.

Portanto, a constituição que ajudará a montar trava de alta é:

  • Compra Call somada a uma venda Call = Bull call spread (Otimismo para opção de compra)

Se analisarmos o termo bull (touro, em inglês), o significado de bull call spread revela que o mercado esta otimista ao posicionamento bullish. A estratégia revela uma expectativa otimista, ou seja, existe um espaço para que o investidor lucre com opção de compra ou opção de venda posteriormente.

Quer conhecer as técnicas dos grandes investidores? Baixe o e-book e aprenda a investir como Warren Buffet.

Valuation e precificação de ativos

Pontos negativos da trava de alta

  • Os ganhos serão limitados: o preço do exercício deverá ser descontado do valor do prêmio pago inicialmente. Ou seja, sempre o prêmio recebido será abatido do prêmio pago.
  • O preço do exercício deverá obrigatoriamente ser maior que da opção Call, ou haverá prejuízos.
  • Se o preço do exercício estiver acima da Call comprada existirá lucro. Caso contrário, o prejuízo máximo é inevitável.

Como executar uma estratégia de call spread?

O investidor precisar analisar a data da opção e seu vencimento. Como também a quantidade de opções disponíveis no mercado.  A simulação para montar uma trava de alta, por exemplo, em Petrobrás seria: a compra é feita pelo código PETR418, pelo prêmio de R$ 1,60 e a venda pelo código PETR419, que teria o valor do prêmio em R$ 1,00 para cada opção.

Assim, a compra Call At-the-Money de 1.000 opções por R$ 1,60 no preço de exercício em R$ 18,00, daria ao investidor R$ – 1.600,00. E posteriormente a venda Call Out-the-money de 1.000 opções pelo preço do exercício em R$ 20,00 daria R$ + 1.000. Sendo que o prêmio pago total por cada opção seria de 60 centavos.

Ou seja, o total dessa operação seria R$ 400,00. Porém, se eventualmente o preço do vencimento da ação fosse R$ 13,00 o resultado seria de R$ – 600,00.

O investidor poderia comprar a opção quando estivesse acima de R$ 18. Como o preço do exercício deste exemplo baseou-se na cotação de R$ 18,00, estaria com a operação em lucro se as ações da Petrobrás estivessem acima de R$ 18,60. Isso levando-se em consideração o preço da ação subtraído pelo prêmio pago por cada ação de 60 centavos.

Aprenda como analisar uma ação

Portanto, se ação estivesse abaixo de R$ 18,60 existiria o risco do investidor perder R$ – 600,00, sendo esse o prejuízo máximo que existiria nessa operação.  A estratégia nas opções levará em consideração o spread, assim a trava de alta é uma das estratégias que depende das perceptivas positivas do mercado.

Foi possível entender mais sobre trava de alta com a leitura deste artigo? Deixe suas perguntas e dúvidas nos comentários abaixo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

194 artigos
Ações

FIIs

49 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

Suno Black

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para se tornar Suno Black e ter acesso a todas as nossas assinaturas em 1 único plano!

Suno Black

tudo.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para garantir a sua assinatura Suno Black e ter acesso a todo o conteúdo exclusivo Suno, com somente 1 assinatura!