teoria dos jogos

A teoria dos jogos é um dos temas cada vez mais comentados nas redes sociais e jornais especializados em economia da atualidade.

De maneira geral, o ser humano é uma espécie gregária, ou seja, interage socialmente o tempo todo. Daí a importância de estudar a teoria dos jogos com mais profundidade.

Portanto, podemos dizer que a teoria dos jogos é uma estrutura para situações sociais hipotéticas entre jogadores concorrentes.

Em muitos aspectos, essa teoria é a ciência da estratégia, ou pelo menos é um bom indicador para mostrar a melhor tomada de decisão de atores independentes e concorrentes.

Os matemáticos pioneiros dessa teoria foram John Von Neumann e John Nash, bem como o economista Oskar Morgenstern.

Entendendo a teoria dos jogos

teoria dos jogosO estudo dessa teoria está baseado no modelo de uma situação interativa entre jogadores racionais.

A chave para a teoria dos jogos é que a recompensa de um jogador depende da estratégia implementada por outro jogador. O jogo identifica as identidades, preferências e estratégias disponíveis dos jogadores e como essas estratégias afetam o resultado.

Podemos dizer que essa teoria possui uma gama bastante ampla de aplicações, das quais podem se estender para as seguintes áreas:

  • Psicologia;
  • Biologia evolutiva;
  • Guerra;
  • Economia;
  • Negócios.

Dentre um dos principais conceitos explicados por essa teoria é o fato de que antes de tomar qualquer decisão, colocar-se no lugar dos concorrentes e imaginar a sua reação é uma das principais atitudes a se tomar.

Por exemplo, uma empresa pode optar por baixar o preço de seus produtos vendidos de modo a tentar aumentar o seu volume de vendas. No entanto, quando os outros concorrentes souberem dessa situação, tenderão a fazer o mesmo que a primeira empresa, mitigando a estratégia da mesma.

Desse modo, entender que a sua decisão não é independente e ambos dependem de uma combinação de muitas ações em cadeia até chegar num equilíbrio.

Esse equilíbrio é o chamado Equilíbrio Nash, em homenagem a John Nash. O matemático anteriormente citado como um dos criadores da teoria.

Aplicação da teoria no mundo dos negócios

teoria dos jogos

Aplicação da teoria no mundo dos negócios

A teoria dos jogos provocou uma revolução na economia, pois abordou problemas cruciais em modelos econômicos anteriores.

Por exemplo, em economia neoclássica era difícil entender a antecipação do empreendedorismo e não conseguia lidar com a concorrência imperfeita.

Dessa forma, essa nova teoria conseguiu desviar a atenção do equilíbrio estacionário para o processo de mercado.

Nos negócios, a teoria dos jogos é benéfica para modelar comportamentos concorrentes entre agentes econômicos.

De maneira geral, as empresas possuem várias opções estratégicas que afetam a sua capacidade de obter ganhos econômicos. Por exemplo, as empresas podem enfrentar dilemas como desenvolver novos produtos ou desenvolver novas estratégias de marketing para os antigos.

Desse modo, para solucionar esse problema, muitos economistas costumam usar a teoria dos jogos para entender o comportamento das empresas de um oligopólio.

Algumas empresas conseguem crescer continuamente até dominar o seu mercado. No entanto, para que isso ocorra é preciso de uma estratégia dominante, da qual o movimento das outras empresas não influencie nos resultados desta.

No mercado de maneira geral, as empresas vivem em um ambiente competitivo. Então, conhecer os outros concorrentes passou a ser uma estratégia vital para essas companhias.

Portanto, a teoria dos jogos veio para tentar solucionar muitos dos problemas observados no cotidiano. Desse modo, acreditamos que a sua aplicação é de grande serventia para as pessoas de maneira geral.

 

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.