Acesso Rápido

    Taylorismo: entenda como funciona esse modelo de gestão

    Taylorismo: entenda como funciona esse modelo de gestão

    O taylorismo foi um dos modelos de estudo precursores da administração como forma de ciência.

    Até os dias de hoje as contribuições do taylorismo têm grandes implicações para a governança corporativa e a gestão de negócios. Por isso, para estudiosos do mercado, conhecer esse modelo e suas principais contribuições para a administração científica é fundamental.

    O que é o Taylorismo?

    O taylorismo é um modelo de gestão desenvolvido no início do século XIX pelo americano Frederick Taylor.

    A partir da teoria de taylor e de outros pensadores, a administração ganhou espaço dentro do mundo acadêmico e científico.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Frederick Taylor era engenheiro e trabalhava como operador de máquina. Graças à sua experiência na indústria, ele pôde refletir e introduzir métodos para que a eficiência produtiva na indústria fosse otimizada.

    Assim, suas ideias ficaram conhecidas após a publicação dos seus famosos livros.

    • A Price-rate System (1895);
    • Shop management (1903);
    • Principles of Scientific Management (1911).

    Sendo o último, princípios da administração científica, considerado a sua obra prima e maior contribuição para o estudo da administração.

    Características e inovações do taylorismo

    O Taylorismo, portanto, ficou conhecido por vários dos princípios introduzidos ao longo das obras de Taylor.

    Entre os principais objetivos do taylorismo, é possível afirmar que a grande meta dos seus estudos era desenvolver métodos de otimização de eficiência.

    Para isso, Taylor acreditava que precisava-se abandonar métodos empíricos por métodos científicos, padronizando e automatizando ao máximo a produção.

    Além disso, uma grande estratégia defendida pelo taylorismo era a especialização do trabalhador de acordo com suas aptidões pessoais.

    Para garantir que o trabalho estava sendo executado eficientemente como planejado, havia a necessidade de monitoramento constante, para assim desenvolver ajustes que contribuíssem com a eficiência produtiva.

    Portanto, é possível dizer que a metodologia de Taylor fundamenta-se fortemente na racionalização do trabalho, isto é, rotina de trabalho repetitiva e intensa para o aumento da eficiência na produção.

    Assim, podemos afirmar que as principais características do taylorismo, são:

    • Alto grau de especialização dos funcionários;
    • Racionalização do trabalho;
    • Foco no aumento da eficiência;
    • Redução de gastos obsoletos.

    Qual a relação entre Taylorismo e Fordismo?

    Além de Taylor, outros grandes empresários e pensadores contribuíram para o desenvolvimento da administração científica.

    Sobre influência das ideias do Taylor, Henry Ford passou a aplicar algumas novas metodologias para melhorar a produção dos automóveis da Ford.

    Uma das grandes inovações desenvolvidas pelo Fordismo foi o sistema de linhas de montagem, na qual cada trabalhador ficava em um local fixo realizando uma tarefa específica.

    Dessa forma, todos os funcionários estavam contribuindo de forma especializada para a produção do veículo.

    É possível dizer que o Taylorismo e Fordismo tinham foco na ampliação da produção em menos horas de trabalho através da automatização da força de trabalho dos operários.

    No entanto, é possível diferenciar o Taylorismo e o Fordismo pelo ritmo de trabalho. No Taylorismo o ritmo de trabalho é baseado no rendimento individual, já no Fordismo o ritmo de trabalho é definido principalmente pelo rapidez das máquinas e esteiras.

    Esse artigo te ajudou a entender mais sobre o Taylorismo? Deixe dúvidas e comentários no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *