Acesso Rápido

    Supply side: entenda a teoria de redução de impostos

    Supply side: entenda a teoria de redução de impostos

    Um dos fatores que diminui resultados financeiros das empresas, como o lucro líquido, são impostos. Assim, uma série de correntes econômicas, como a supply side, propõe a redução da carga tributária para o setor produtivo como forma de incentivar a economia.

    A supply side surgiu nos anos 1970 nos Estados Unidos e foi aplicada no país durante o governo de Ronald Reagan.

    O que é supply side

    Supply side é uma teoria econômica que propõe o corte de impostos como forma de incentivar a atividade. Isso porque a ideia do conceito é que a redução de regulamentações aumentaria o lucro das empresas, a produtividade e a competitividade. Esses efeitos trariam uma série de benefícios para economia.

    O significado de supply side economics em português é economia pelo lado da oferta.

    Os defensores do supply side (também grafado como supply-side) acreditam que estímulos e corte de impostos resultam em crescimento econômico. Isto é, os consumidores teriam uma maior oferta de opções para compra e preços mais justos.

    Além disso, as empresas se tornariam mais produtivas e, assim, gerariam mais empregos. Desta forma, as medidas estimulariam a economia. Ainda de acordo com os defensores da teoria, um corte de impostos poderiam aumentar, por consequência, a receita de um país.

    Em 1980, nos EUA, o modelo supply side foi usado no governo Reagan. Na época, os cortes nos impostos foram usados como forma de combate à estagflação. Apesar do aumento da arrecadação na época, críticos apontam fatores negativos como alto déficit público e aumento de especulação no período.

    Outro ponto defendido pela supply side, é o que o aumento da tributação reduz o número de investimentos externos. Isso porque os impostos serviriam como barreiras e fariam empresas optarem por outros locais com políticas fiscais mais flexíveis. A diminuição de investimento foi explicada pela teoria no que ficou conhecido como curva de Laffer.

    Quer entender como os movimentos da economia influenciam nos investimentos? Baixe o e-book de economia para investidores.

    Supply side e a teoria de Arthur Laffer

    Arthur Laffer é um economista adepto à supply side que participou da equipe do governo de Ronald Reagan. Além disso, ele criou um mecanismo para mostrar a relação entre a receita por taxações e as alíquotas.

    Conhecida como curva de Laffer, a representação demonstra que o aumento dos impostos, pode diminuir a receita do Estado. Isto é, torná-lo, no limite, improdutivo.

    A curva de Laffer se popularizou nos anos 1970, após uma apresentação feita por Jude Wanniski. Essa tese foi amplamente usada nos dois mandatos do presidente Reagan. A política de redução de impostos no período se popularizou como Reaganomics.

    Atualmente, a curva de Laffer segue sendo usada para explicar o fenômeno de elasticidade da receita taxável.No Brasil, teóricos e economistas usam-na para exemplificar a taxa tributária no país.

    A teoria da curva de Laffer funciona da seguinte forma:

    • Se a tributação for de 0%, a arrecadação será nula.
    • Se a tributação for de 100%, nenhum negócio vai produzir e prosperar.

    Por isso, é necessário um equilíbrio. Quando é encontrado a tributação adequada, os dois lados conseguem ganhar.

    A curva de Laffer no Brasil

    Uma estimativa feita pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional, projeta que o Brasil deixe de arrecadar, anualmente, 500 bilhões de reais em impostos que são sonegados.

    Entretanto, o país é um dos que possui uma das mais expressivas cargas tributárias. Assim, a teoria afirma que quanto mais impostos, mais atrativa se torna a sonegação de impostos.

    Outro ponto defendido pela lógica da supply side é que o corte dos impostos precisa ser feito da forma que não prejudique as arrecadações para o serviços básicos.

    Foi possível entender mais sobre supply side com base neste artigo? Deixe seus comentários abaixo.

    Tiago Reis