Superávit comercial

Você já deve ter ouvido falar do superávit comercial. Ele é, inclusive, uma meta que muitos países em desenvolvimento buscam atingir. Ele pode até levar uma economia a traçar o caminho do crescimento econômico.

Mas afinal, o que é superávit comercial?

O superávit comercial é o nome que se dá quando a balança comercial de um país é positiva. Isto é, quando o valor das exportações superam o valor das importações.

O oposto do superávit comercial é o déficit comercial.

Ao longo deste artigo será detalhado como ocorre um superávit na balança comercial.

A balança comercial está diretamente relacionada às exportações e às importações. Dessa forma, é importante definir do que se tratam esses relevantes conceitos.

Exportações são todos aqueles produtos que o país produz internamente e vende para outras nações do mundo.

O próprio Brasil é conhecido como um grande exportador da economia mundial. Sobretudo de matérias primas. Por exemplo, o Brasil é um dos maiores exportadores de celulose do mundo.

Inclusive, a Suzano, empresa listada em bolsa, é responsável por grande parte da exportação desta commoditie.

Já as importações são todos aqueles produtos que são produzidos fora do país e adquiridos de outras nações. O Brasil, por exemplo, importa bastante aparelhos tecnológicos, como smartphones e computadores.

Como ocorre um superávit comercial?

O que é o superávit comercial?

Você viu que um superávit comercial é uma situação na qual a balança comercial é positiva. Portanto, é importante definir o que é a balança comercial.

A balança comercial é a conta do governo que registra o saldo das exportações e das importações. Mais especificamente, o seu valor é dado pela subtração das importações do valor das exportações. Ou seja:

Balança comercial = Exportações – Importações

Portanto, ao analisar a fórmula da balança comercial, fica claro que o seu resultado será positivo quando as exportações superarem o valor das importações.

Neste caso se diz que o país obteve um superávit na balança comercial.

Para que fique claro este conceito, será colocado um exemplo.

Suponha que o Brasil, no ano de 2018, tenha totalizado em exportações o valor de R$ 5 bilhões. Ao mesmo tempo em que as importações, no mesmo ano, foram de um total de R$ 3 bilhões. Neste caso, qual seria o saldo da balança comercial brasileira?

É bastante simples. Basta aplicar a fórmula demonstrada acima. Ou seja, simplesmente subtrair as importações das exportações. Portanto, tem-se que:

Balança comercial = R$ 5 bilhões – R$ 3 bilhões = 2 bilhões

Dessa forma, conclui-se que ocorreu um superávit na balança comercial no total de R$ 2 bilhões.

Histórico da balança comercial Brasileira

Superávit comercial

Fonte: tradingeconomics.com

 

Acima você pode visualizar o saldo histórico da balança comercial brasileira. Como você pode ver, na maior do tempo, o país esteve em uma situação de superávit no seu comércio exterior.

A exceção se deu, basicamente, nos períodos da crise econômica mais recente.

É importante, para países em desenvolvimento, que seja gerado um saldo positivo em sua balança comercial. Dessa forma, o país pode acumular recursos internamente para financiar o seu investimento e se tornar um país mais desenvolvido.

Portanto, fica clara a importância do superávit comercial.

 

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.