Acesso Rápido

    Stress Test: saiba como essa ferramenta minimiza o risco

    Stress Test: saiba como essa ferramenta minimiza o risco

    Quando se fala em finanças e investimentos em renda variável é comum pensar na palavra risco sempre acompanhada da pergunta: é possível minimizá-los? Essa é a resposta que o Stress Test tenta buscar.

    É de conhecimento que o risco é bastante atrelado ao retorno. Todavia, apesar disso é possível a tentativa de prever riscos. E é justamente para ajudar nessa árdua tarefa que foi desenvolvido o Stress Test.

    O que é o Stress Test?

    Stress Test é um meio de verificação patrimonial, onde é possível avaliar diversos cenários projetando como eles poderiam afetar um determinado ativo, ou carteira de ativos.

    Esse processo pode, portanto, ser aplicado em uma empresa, uma gestora ou até mesmo um banco. Por meio dele é possível simular todas as variáveis que afetam um investimento através de indicadores como:

    • Juros;
    • Moedas;
    • Ações;
    • Crédito;
    • Inadimplência;
    • Atividade Econômica.

    Como não é possível prever o que acontecerá com essas variáveis é dado um peso para cada uma delas. Feito isso, avalia-se o que aconteceria com um determinado conjunto de investimentos em diversos cenários.

    E-book: Investindo em Dividendos

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e descubra como viver de renda investindo em empresas pagadores de dividendos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Entendendo que o futuro é incerto, a previsão de um único cenário acaba tornando-se muito arriscada. Por isso são feitas inúmeras simulações até chegar no resultado.

    Para entender o que significa stress test é preciso saber como ele pode ser utilizado em uma carteira de investimentos.

    Quer investir na bolsa mas não sabe por onde começar? Então baixe nosso E-book manual do investidor.

    Como é feito o Stress Test?

    O teste de stress também conhecido como teste de estresse é uma ferramenta que foi desenvolvida para mensurar os riscos de uma carteira.

    Em outras palavras, ao ser criado um cenário é também avaliado o grau de influência de um determinado ativo em comparação com outros. Em linhas gerais, podemos dizer que existem algumas variáveis que podem afetar uma carteira, como:

    • Mercado Internacional;
    • Taxa de câmbio;
    • Acontecimentos políticos;
    • Finanças públicas;
    • Taxa básica de juros;
    • Inflação;
    • Crescimento do PIB.

    Levando-se em consideração tais variáveis, uma das formas mais utilizadas para se fazer o stress test é olhando o histórico do que acontece com os ativos quando há uma determinada mudança nas variáveis acima citadas.

    Para encontrar essa resposta é necessário avaliar historicamente o comportamento dessas ações em épocas onde a atividade econômica também foi retraída. O mesmo ocorre se fosse ao contrário, ou seja, em um cenário de crescimento do PIB.

    Quer aprender a investir no tesouro direto? Baixe gratuitamente o nosso minicurso e aprenda hoje mesmo.

    Os riscos podem ser minimizados, mas nunca anulados

    Desse modo, fica mais claro o entendimento sobre o significado de estresse, pois, diante de tantas variáveis e tantas possibilidades de cenário, a análise acaba se tornando um processo desgastante.

    Todavia, o teste de stress, apesar de minimizar os riscos, não os anula, embora exista sempre cenários que são mais prováveis que outros.

    Sendo assim, o teste irá identificar quais são os ativos que são mais sensíveis em um cenário, sendo este o ponto onde a análise ganha corpo. Pois se existem ativos mais sensíveis e outros menos sensíveis é possível criar uma proteção ampliando a carteira em ativos menos sensíveis a alguns cenários.

    Em outras palavras, podemos dizer que ao realizar esse teste é possível avaliar a robustez de uma carteira e assim melhorá-la, realizando a diversificação deixando-a menos arriscada nos mais variados cenários possíveis.

    Gostou de saber um pouco mais sobre o Stress Test? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *