Acesso Rápido

    Stop Loss: descubra se essa estratégia realmente funciona

    Stop Loss: descubra se essa estratégia realmente funciona

    Stop loss (traduzido livremente como “parar a perda”) é uma ordem que o investidor pode estabelecer de porcentagem máxima de prejuízo na queda de suas ações.

    O uso do mecanismo de stop loss pode ser utilizado tanto como proteção da carteira quanto como um recurso para traders.

    O que é o Stop Loss?

    Uma ordem “Stop Loss” (em português seria algo como “Parar a Perda”) pode ser estabelecida junto à corretora de valores determinando uma porcentagem máxima de prejuízo em relação ao preço pago originalmente por uma ação.

    Esse é um mecanismo muito utilizado por grandes investidores, que querem diminuir suas perdas relacionadas às ações que possuem.

    Planilha de Controle de Investimentos

    Faça o controle completo das suas ações, FIIs e todos os seus investimentos com a nossa planilha gratuita de Controle de Investimentos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como funciona o stop loss?

    A porcentagem do stop loss é determinada pelo investidor, conforme sua aversão ao risco.

    Sendo assim, é como se o investidor pudesse escolher qual o limite máximo de prejuízo que ele admite em seus investimentos.

    Por exemplo: um investidor adquire os papéis hipotéticos de ACME11 a R$ 100 por ação, esperando logicamente pela valorização.

    Esse investidor determina que, se o papel cair 3%, para R$ 97, o mesmo deve ser vendido automaticamente, buscando limitar as perdas.

    Na teoria, esta seria uma estratégia para interromper um prejuízo, se a ação de ACME11 continuar caindo.

    Como calcular o melhor preço para o stop loss?

    Os estudos norte-americanos que defendem essa estratégia alegam que ela pode ser efetiva entre um prejuízo de 10 a 15% do preço de compra da ação.

    No entanto, não há consenso: há quem recomende que esta margem fique entre 5 e 10%. A determinação de tal porcentagem é mais atrelada à análise técnica ou gráfica do mercado, do que baseada em análise fundamentalista das empresas.

    Alguns operadores de day trade trabalham com margens ainda mais reduzidas, entre 1 e 2%.

    Como a velocidade das operações é alta, com o objetivo de recolher lucros de grão em grão, a margem de lucro também é reduzida, na mesma proporção – neste caso existem ainda as ordens do tipo stop gain, sempre que um lucro esperado é atingido.

    Os traders também se habituam a trabalhar com dois valores atrelados ao stop loss: o valor de disparo da ordem e o valor mínimo da operação.

    Por exemplo, se ACME11 foi comprada a R$ 100, a ordem de venda pode ser acionada quando a cotação chegar em R$ 97 – com um valor limite de venda fixado em R$ 94.

    Se a cotação cair rapidamente para abaixo de R$ 94, a ordem é saltada, ficando à espera da recuperação mínima do papel.

    Vantagens do stop loss

    As vantagens do stop loss podem ser interessantes ao investidor: caso o dono dos ativos que sofreram prejuízo não esteja disponível no momento da queda, é possível que o stop loss seja acionado e venda as ações automaticamente.

    Em segundo lugar, outra vantagem é que diminui a pressão em cima do investidor que tem muita aversão à perda.

    Dessa forma, ele não precisará olhar para a cotação a todo momento, pois, caso a perda seja elevada, o stop loss entra em ação e vende suas posições.

    No entanto, é importante ter em mente que as ações são ativos de renda variável, e, como tal, sofrem variações.

    Dessa forma, é natural que, no curto prazo, ações sofram desvalorizações fora do previsto, podendo apresentar altas volatilidades a depender do caso.

    Sendo assim, é necessário entender em quais casos as vantagens do stop loss são justificáveis para fazer uso desse mecanismo.

    Diferença entre stop loss, stop gain e stop móvel

    É fundamental entender os principais conceitos relacionados ao stop loss, como stop gain e stop móvel.

    1. Stop loss

    Como já foi visto, o stop loss é a delimitação de um limite para a desvalorização de investimentos.

    2. Stop gain

    O stop gain é o contrário ao stop loss: é um mecanismo que ajuda a vender a ação quando ela chegar a um valor desejado.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    3. Stop móvel

    O stop móvel é mais dinâmico, funcionando juntamente a uma posição aberta no mercado. O valor do stop móvel se altera conforme ocorre a movimentação do preço do ativo.

    Riscos do trading

    Os adeptos do value Investing nunca adicionam aleatoriamente as ações das empresas em suas carteiras. Toda aquisição de lotes de ações é efetuada somente após uma análise dos fundamentos da empresa.

    Entretanto, isso não é feito através de dicas, notícias ou mesmo em relatórios de casas de consultoria, por mais sérias que estas possam ser.

    Portanto, as informações de especialistas do mercado devem ser consideradas como referências importantes, não como recomendações explícitas.

    Do outro lado, estão os traders, que buscam alcançar grandes rentabilidades através da valorização expressiva de seus ativos.

    Apesar da possibilidade de maiores rentabilidades, existem graves riscos associados a essa atividade, sendo necessário o preparo adequado.

    Sendo assim, é preciso entender como funciona o mercado de derivativos, bem como aspectos macro e microeconômicos que sejam importantes na hora da tomada de decisões.

    Dessa forma, minimizam-se as chances de grandes perdas para aqueles que optarem por esse caminho em suas atividades.

    Ainda está com alguma dúvida sobre stop loss? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *