stock picking

Você já ouvir falar em Stock picking?

Praticamente todos os fundos de investimento em ações, com exceção dos fundos passivos, realizam o chamado stock picking. Além disso, grandes investidores como Warren Buffett e Luiz Barsi também são adeptos dessa prática.

Stock picking significa selecionar ações que os investidores acreditam que irão render acima da média do mercado. A média do mercado é tipicamente medida pelos índices de ações. Ao fazer a seleção de ações, estes investidores buscam comprar empresas que possuam um grande potencial de valorização e um baixo risco.

Existem algumas vantagens de se realizar a seleção de ações, entre elas:

  • Buscar empresas com maior potencial de valorização que a média
  • Buscar empresas com menor risco que a média
  • Adequar os investimentos ao perfil de cada investidor. Por exemplo: Ações de dividendos

Existem também algumas maneiras de se realizar a escolha de ativos que irão compor uma carteira de ações.

As duas principais maneiras são filtrar as ações pela qualidade das empresas e pelos preços das ações.

Stock picking – buscando as melhores empresas

stock picking em busca das melhores empresas

As melhores empresas para compor um portfólio possuem alguns fatores em comum. Entre eles podemos citar:

  1. Altas margens de lucro
  2. Alto retorno sobre o patrimônio líquido
  3. Baixo endividamento

Esses são fatores que independem do preço da ação no mercado, por isto, são chamados de indicadores financeiros.

Indicadores financeiros robustos, como os citados acima, são sinais de ótimas ações para compor um portfólio de investimentos.

Estudos comprovam que as ações com os melhores indicadores financeiros tendem a superar a média do mercado no longo prazo.

Praticamente todos os grandes investidores levam em conta os indicadores financeiros quando estão selecionando em quais empresas investir.

No Brasil existem várias empresas com indicadores financeiros robustos. Esses indicadores são um claro sinal de vantagem competitiva, o que tende a gerar muito valor ao acionista no longo prazo.

Alguns exemplos de empresas brasileiras com essas características são:

  • Ambev
  • Itaú
  • Grendene

Isso não quer dizer, no entanto, que essas ações sejam compráveis sempre. Grandes investidores buscam ações que estejam precificadas pelo mercado abaixo do seu real valor, ou valor intrínseco.

Stock picking –  Selecionando as ações mais baratas

stock picking em busca das ações mais baratas

Outro aspecto que os grandes investidores levam em conta ao fazer uma seleção de ações para o seu portfólio de investimentos é o preço dessas ações.

Mas como identificar quais ações estão baratas?

Isto deve ser feito, principalmente, através do uso do valuation.

Os tipos mais conhecidos de valuation são através do fluxo de caixa descontado, e através da análise de múltiplos, também conhecidos como indicadores de mercado.

No vídeo abaixo, Luiz Barsi, um dos maiores investidores da bolsa de valores brasileira, explica como faz para selecionar ações.

Devo selecionar minhas ações pelo preço ou pela qualidade da empresa?

Muitas pessoas se questionam se devem avaliar o preço das ações ou a qualidade dos seus indicadores financeiros.

A resposta correta é que você deve levar em conta esses dois fatores na hora de investir.

Ao garantir que você comprou uma boa empresa, isto é, com bons indicadores financeiros, e por um preço barato, ou seja, com um valuation descontado, você estará no caminho certo para realizar um stock picking adequado e assim obter um rendimento acima da média.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.