sell side
Por: Tiago Reis

Sell side: entenda o papel do lado vendedor no mercado financeiro

Basicamente, pode-se dizer que os agentes e profissionais que trabalham no mercado financeiro se dividem em duas atividades diferentes: o buy side e o sell side.

Nesse cenário, ambos os lados reproduzem um papel muito importante dentro do mercado. De certa forma, o sell side complementa o que o buy side faz — e vice-versa.

O que é o sell side?

O sell side, ou lado da venda, refere-se à parte do setor financeiro que está envolvida na criação, promoção e venda de ações, títulos, câmbio e outros instrumentos financeiros.

Ou seja, estão no sell side aqueles indivíduos e empresas que estão “do lado da venda” de um ativo, trabalhando para criar e oferecer serviços para que seus clientes e demais investidores possam comprar.

Quem está no sell side?

No mercado financeiro, os sell side são normalmente compostos por:

Logo, esses agentes servem como intermediários entre os emissores de títulos e o público investidor.

Normalmente, os profissionais do lado da venda são pagos através de comissões cobradas sobre o preço de venda das ações para seus clientes.

Porém, a remuneração desse serviço também pode ser fixa, com a compra direta das análises e relatórios do profissional.

Qual é a relação entre o sell side e buy side?

sell side

Como foi dito, o sell side e o buy side dependem mutuamente. Desse modo, a atividade de um complementa a atividade do outro.

O analista do lado da venda tenta obter o preço mais alto possível para cada instrumento financeiro. Para isso, ele trabalha fornecendo informações e análises completas sobre o ativo.

As recomendações de investimento de um analista sell side são chamadas “recomendações gerais”. Isso porque elas são direcionadas a qualquer cliente.

Desse modo, essas recomendações ajudam os clientes a tomar decisões de investimento, seja para comprar ou vender certos ativos.

A grande diferença desse tipo de analista para um buy side, é que esse último geralmente trabalha para investidores institucionais, fundos multimercados, fundos de pensão, entre outros clientes de grande porte.

Além disso, um analista buy side normalmente manterá segredo ao restante do mercado sobre a sua recomendação. Do lado contrário fica o sell side, que irá divulgar seus relatórios a uma base grande de clientes.

O papel do analista sell side no mercado

O papel do analista do lado da venda é bastante amplo. Entretanto, pode-se dizer que a principal função dos mesmos é classificar as ações e ativos avaliados em: comprar, vender e manter.

Boa parte do trabalho desse analista é produzir relatórios de pesquisa sobre empresas listadas na bolsa. Esses relatórios analisam seus negócios e fornecem recomendações sobre o que fazer com determinado ativo.

Os analistas do lado da venda normalmente obtêm as informações necessárias para seus relatórios a partir de uma variedade de fontes diferentes, porém maior parte delas vem dos demonstrativos financeiros da empresa.

Os relatórios divulgados por esses analistas são compostos dos seguintes dados:

  • Estimativas de lucros: expectativa de resultados futuros de um ativo;
  • Perspectivas futuras: detalhamento sobre os possíveis ganhos de produtividade, rentabilidade e estratégias do management da empresa;
  • Recomendações de investimento: indicação de compra, venda ou manutenção do ativo.

Desse modo, o desempenho desse analista é medida, em grande parte, pela sua capacidade de análise sobre o negócio e os números futuros da empresa.

No entanto, é preciso salientar que é muito difícil fazer consecutivas previsões de lucros acertadamente. Isso se deve dado às imensas variáveis que as empresas estão sujeitas no dia a dia.

Para entender melhor como esse processo é feito, confira o nosso minicurso gratuito de Valuation e Precificação de Ativos, que irá ajudar nessa tarefa de compreender ferramentas fundamentais sobre o tema.

Utilizado principalmente na análise fundamentalista, é com base no valuation e a maioria dos analistas de sell side baseiam seu trabalho.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

329 artigos
Ações

FIIs

50 artigos
FIIs

Clube Exclusivo Suno

Small Caps

Pequenas em capitlização, gigantes em potencial.

Conheça o Clube Suno Small Caps e receba recomendações das melhores Small Caps para você investir na Bolsa de Valores.