Acesso Rápido

    Seguro de vida: vale a pena adquirir essa garantia?

    Seguro de vida: vale a pena adquirir essa garantia?

    Muitas vezes, a aquisição do seguro de vida é automática, sendo parte dos benefícios oferecidos por uma empresa aos seus funcionários. O que acaba sendo visto como um diferencial em termos de benefício.

    Mas, além de escolher uma boa corretora na hora de investir, é preciso considerar se o seguro de vida é realmente viável.

    O que é seguro de vida?

    Seguro de vida, em seu modelo tradicional, é um contrato que garante o pagamento de determinado valor caso o contratante venha a óbito. Esse montante variará de acordo com cada seguradora. Para isso, é preciso pagar parcelas mensais, que podem, inclusive, ser acrescentadas à fatura do cartão de crédito.

    Antigamente, a intenção da apólice não era oferecer rendimento ou estabilidade para o contratante, mas sim para os beneficiários, no caso do seu falecimento. O que o fazia ser bastante procurado por pessoas com filhos menores de 18 anos.

    E-book: Investindo para Aposentadoria

    Construa a sua aposentadoria! Aprenda como gerar renda passiva para garantir o seu futuro investindo nos melhores ativos do mercado.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Atualmente, esta modalidade de seguro passou a ser vendida como parte de um “seguro de pessoas”. Isso por permitir que o contratante também seja beneficiário, em situações extraordinárias.

    Como funciona o seguro de vida?

    No caso do seguro de vida, a apólice determinará qual valor será repassado aos beneficiários se ou quando o contratante falecer. E o valor a ser pago mensalmente pelo seguro variará de acordo com o perfil do usuário.

    Quanto maior for o “risco de morte”, mais caro ficará o seguro. Assim como acontece com o seguro de carro e de imóvel, por exemplo. A apólice de seguro de vida costuma prever ainda assistência funeral, para que a família não tenha que arcar com os custos do enterro, velório e caixão. O intuito é que o momento seja menos doloroso possível.

    Seguro de pessoas x seguro de vida

    O seguro de vida e o seguro de pessoas são tipos de seguros semelhantes, porém com algumas diferenças. O seguro de vida faz parte do leque de opções de seguro de pessoas. Mas não resume as demais englobadas por ele.

    No seguro de pessoas, o beneficiário pode ser o próprio contratante. Mas isso em casos específicos e determinados em contrato, como:

    • Invalidez (por acidente ou por doença);
    • Doenças graves;
    • Incapacidade temporária;
    • Desemprego;
    • Perda de renda.

    As cláusulas variarão de acordo com o que estiver previsto no contrato de seguro. Há quem queira segurar sua voz ou sua imagem, por exemplo. Algo útil, por exemplo, para radialistas e modelos, que dependem do seu corpo para trabalhar. Por isso, é importante ler todo o contrato antes de aderir a uma destas modalidades.

    Quer organizar as finanças da família? Baixe a planilha da Suno de Orçamento Familiar.

    Vale a pena ter seguro de vida?

    Por mais que a intenção do contratante seja deixar sua família ou entes queridos seguros, esta pode não ser a melhor opção para este propósito.

    Ainda que se escolha o melhor seguro de vida, é preciso considerar que o valor aplicado não estará disponível tão facilmente assim. É preciso considerar a burocracia em torno dele na hora do recebimento.

    Além disso, o seguro de vida não funciona como uma ferramenta para aumentar a renda do contratante. Para isso, é melhor fazer outro investimento, com rendimentos mais atrativos, como em empresas pagadoras de dividendos.

    No caso do seguro de pessoa, há diversos casos em que a seguradora só permite que o beneficiário resgate o valor aplicado após dez anos (ou mais). Quem o fizer antes, pode perder até 50% do montante ao qual tem direito.

    Foi possível saber mais sobre seguro de vida? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Gabriela Mosmann
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *