Safra empresas

O grupo Safra empresas, um dos maiores conglomerados brasileiros, é propriedade do banqueiro Joseph Safra e está presente em 21 países.

O grupo Safra empresas – que apresenta um histórico de sólidos balanços – carrega o nome da família fundadora, a qual controla a companhia por mais de 175 anos.

Sua sede fica localizada na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo.

  1. Histórico do grupo Safra empresas
  2. Resultados do grupo Safra empresas
  3. Rating do banco Safra
  4. Pessoas chaves do grupo Safra
  5. Aquisições do grupo Safra
  6. Fundo de investimento Safra
  7. Inadimplência do banco Safra
  8. Grupo Safra no mundo
  9. Conclusão – Safra empresas

Histórico do grupo Safra empresas

Histórico do Banco Safra

Sede do Grupo na Avenida Paulista

Os primeiros Safra trocavam dinheiro e forneciam crédito ainda no século XIX, porém o primeiro banco da família foi fundado por Edmond Safra e seu pai Jacob Safra, ambos judeus de origem libanesa, na década de 20, ainda no Líbano.

Depois de passar pela Itália, fundaram o banco Safra no Brasil em 1955.

No entanto, Edmond vendeu sua parte na instituição aos irmãos, Joseph e Moise Safra, em 1962.

Edmond veio a falecer em Mónaco, em um incêndio criminoso em sua casa no ano de 1999. As circunstâncias do fato até hoje não foram totalmente esclarecidas.

Desde 2006, o grupo Safra pertence ao banqueiro Joseph Safra, que comprou a parte de Moise. Isto ocorreu após uma disputa societária entre os dois irmãos.

Atualmente Joseph Safra vive no exterior, de onde gere as operações do banco.

No Brasil, o banco é gerido pelos seus dois filhos, David e Alberto.

Resultados do grupo Safra empresas

Resultados banco Safra

Resultados banco Safra 2017 – Release da empresa

Não é possível escrever sobre o Grupo Safra empresas sem citar os seus excelentes resultados.

Com mais de 175 anos de existência, enquanto muitos outros bancos ficaram pelo caminho, o Banco Safra segue de pé.

Pode-se dizer que isso se deve a excelente capacidade operacional do grupo, com foco em excelência, e a capacidade de se adaptar às mudanças ocorridas no mundo.

Uma vez que, ao longo de mais de 175 anos, o Grupo Safra passou por inúmeros ciclos econômicos. Tanto de alta, quanto de baixa. Seguir atuando após todo este tempo, e ainda com um grande destaque, é então um grande feito.

A grande capacidade de entregar ótimos resultados por parte da gestão do Banco pode ser constatada ao observar os resultados do Grupo Safra em 2017.

Mesmo em um momento ainda adverso da economia, o banco Safra conseguiu apresentar ótimos resultados.

O lucro líquido da empresa foi de R$ 1,90 bilhão, um aumento de 12,7% sobre o ano anterior.

Um crescimento bastante expressivo, principalmente levando em conta que o banco já possui um lucro bastante grande.

Outro fator admirável no resultado é o ROE (Retorno sobre o patrimônio líquido) apresentado pelo banco. O ROE é uma das medidas mais importantes de se analisar ao comparar a eficiência dos bancos.

Na imagem acima, o banco Safra apresentou uma rentabilidade de 19,8%, um número excepcional.

Isto faz o banco figurar entre um dos mais rentáveis de todo o mundo.

No Brasil, o Safra costuma ficar atrás somente do Itaú no quesito rentabilidade sobre o patrimônio líquido. Superando, inclusive, grandes players como o Bradesco e o Santander.

Rating do banco Safra

Rating Banco Safra

Rating do Banco Safra – Release da empresa

Outro fator muito importante de se analisar ao considerar o investimento em bancos é o rating da instituição.

Todas empresas privadas, e governos, que emitem título de dívida no mercado, possuem um rating.

Mas o que é este rating?

O rating representa a probabilidade que o devedor tem de honrar com sua dívida.

Ou seja, se a empresa possui um bom rating, significa que ela é uma companhia sólida financeiramente, com condições de honrar com todos os seus compromissos.

Já se a empresa tem um nível de rating baixo, significa que ela pode ter dificuldades em honrar seu débito.

Para um banco, isto se torna ainda mais importante, visto que eles possuem uma alavancagem geralmente superior às demais empresas.

Afinal, sua principal atividade é conceder crédito. E, para conceder crédito, é necessário captar recursos através de dívida.

O Banco Safra possui um excelente histórico em relação ao seu rating. Ou seja, o banco sempre conseguiu manter o selo de bom pagador.

Isto é excelente para as operações pois transmite confiança, tanto para os investidores do banco, quanto para os clientes.

O Banco encerrou a ano de 2017 com a mais alta qualidade de crédito possível para instituições brasileiras, que é limitada ao rating soberano, isto é, o rating do país.

A empresa apresenta, pela Moody’s, um rating de escala global Ba3, e de escala Nacional, Aa1.br.

Enquanto que pela S&P Global, um rating BBB- na escala global, e brAA- na escala nacional.

Isto reafirma a condição do Banco Safra de instituição segura e estável.

Pessoas chave do grupo Safra

Joseph Safra

Evolução do patrimônio de Joseph Safra – Revista Forbes

Como vimos, a história do Grupo Safra passa por algumas pessoas chaves, entre as principais podemos citar: Jacob Safra, Joseph Safra, Edmond Safra e Moise Safra.

  • Jacob Safra: Nasceu na Síria e é pai dos outros três membros da família Safra que fizeram parte do Banco. Foi enviado pelo seu tio para o Líbano, para cuidar de uma filial dos negócios da família. Teve ainda outros 6 filhos. Jacob se mudou para o Brasil nos anos 50, período em que fundou o Banco Safra. O fundador do banco Safra, ainda, se dedicou bastante à filantropia. Ele faleceu em São Paulo no ano de 1963.
  • Joseph Safra: É o único dos filhos de Jacob que atualmente atua no banco. Ele é o banqueiro mais rico do mundo, e o segundo homem mais rico do Brasil. De acordo com a Revista Forbes, em janeiro de 2018, o seu patrimônio era estimado em U$ 21,00 Bilhões. Joseph nasceu no Líbano, mas se naturalizou brasileiro. Atualmente reside no exterior, onde cuida dos negócios internacionais da família.
  • 
Edmond Safra: O mais velho dentre os 3 filhos de Jacob que gerenciavam os negócios da família, Edmond começou a trabalhar quando tinha apenas 16 anos. Também nasceu no Líbano. Ele vendeu sua participação no Safra aos irmãos, e passou a cuidar de negócios que ele mesmo abriu. Se dedicou bastante à filantropia ao longo de sua vida, em especial para a comunidade judaica ao redor do mundo. Morreu em um incêndio na sua casa em Mónaco.
  • Moise Safra: também filho de Jacob Safra e nascido no Líbano, Moise participou das operações do banco até o ano de 2006. Neste ano, ele vendeu a sua participação para Joseph Safra (depois de uma disputa societária). Morreu em 2014 em São Paulo.

Aquisições do grupo Safra

Gherkin banco Safra

Edifício Gherkin em Londres, adquirido pelo grupo Safra

O Grupo Safra sempre teve suas operações pautadas no conservadorismo e na margem de segurança.

Por isto, o grupo não possui uma grande histórico de aquisições no Brasil.

No entanto, ao redor do mundo, o Grupo possui um histórico de realizar grandes aquisições. Isto pode ser interpretado até como uma medida do Grupo Safra para diversificar os seus riscos.

Entre uma das principais aquisições do Grupo Safra é possível citar a aquisição do prédio Gherkin, em Londres. Esta operação foi realizada em 2014.

O edifício é um dos mais famosos de Londres, e é localizado no centro financeiro da cidade.

Ele é famoso pela sua estrutura diferenciada, e pelo alto luxo da parte interna do edifício.

Além de salas, ele apresenta também um bar e um restaurante.

Não foram revelados detalhes do acordo, mas estima-se que a operação tinha sido em torno de £650,00 milhões.

Outra grande aquisição recente do Banco Safra foi a empresa Chiquita. Em conjunto com a Cutrale, o Grupo Safra adquiriu esta companhia por cerca de R$ 3,30 bilhões.

A Chiquita é conhecida como a “gigante das bananas”, isto por a empresa ser a maior cultivadora e distribuidora de bananas do planeta.

A operação foi realizada com o grupo pagando R$14,50 por ação da Chiquita, o que forneceu uma margem de segurança considerada adequada ao negócio.

Esta foi uma aquisição que permitiu ao Grupo Safra diversificar os seus negócios, através da compra de uma grande empresa em um setor bastante perene.

Fundos de Investimento Safra

Fundos de investimento Safra

Rentabilidade do fundo Safra Galileo

O Grupo Safra empresas é muito famoso principalmente pela sua atuação na área de gestão de recursos.

Com o foco em pessoas de alta renda, a Safra asset oferece uma série de fundos de investimento para os seus clientes.

Os fundos são de diversas classes, como por exemplo:

  1. Ações
  2. Renda fixa
  3. Crédito Privado
  4. Referenciado DI
  5. Investimento no exterior

A gestora do banco é, inclusive, uma das maiores do Brasil.

De acordo com a Anbima, os fundos de investimento Safra detém atualmente mais de R$100,00 bilhões em recursos.

Isto é importante pois, além de gerar receita ao grupo, através da taxa de administração, também oferece um serviço que pode interessar a muitos clientes do banco.

Um dos fundos de maior destaque do grupo, é o Galileo. Este é um fundo multimercado, que conforme constatado pela imagem acima, tem um histórico de bons retornos em relação ao CDI.

O fundo possui uma administração ativa na alocação de seus recursos, atuando nos mercados de juros, câmbio, bolsa e utilizando instrumentos derivativos, para hedge, posição e alavancagem da carteira, em busca de ganhos significativamente superiores ao CDI no médio/longo prazo.

O fundo é destinado a investidores de perfil arrojado, que buscam uma rentabilidade diferenciada no médio/longo prazo e que, portanto, toleram a variação do valor de suas cotas.

É voltado, como a maioria dos fundos no Safra, para investidores de alta renda, por isso a aplicação mínima no fundo é de R$ 500 mil reais.

O fundo detém atualmente mais de R$7,00 bilhões em patrimônio líquido, e já chegou a superar a marca de R$14,00 bilhões em alguns momentos da história do Safra.

Inadimplência do banco Safra

Indadimplência banco Safra

Indadimplência banco Safra em março de 2018 – Release da empresa

O banco Safra constantemente é tido como o banco de menor inadimplência entre os cinco maiores bancos do Brasil.

Em março de 2018, por exemplo, a índice de inadimplência do banco estava em apenas 0,5%.

Essa elevada liquidez se traduz em uma maior confiabilidade por parte de seus clientes, e dessa forma indica uma sólida estrutura de controle de custos e concessões de créditos bem avaliadas.

Dito isso, não é à toa que o Safra é referência no setor financeiro em produtividade por colaborador, otimização de estrutura e controle de gastos.

O grupo Safra empresas oferece, ainda, um pacote completo de serviços bancários.

São produtos e serviços customizados para empresas e pessoas físicas que vão desde empréstimos até cash management, comércio exterior, investimentos, seguros entre muitos outros.

Principais companhias do Grupo Safra empresas:

  • Safra National Bank of New York: É um banco comercial de serviço completo, envolvido em operações bancárias internacionais, bem como atividades comerciais domésticas, enfatizando o financiamento de curto e médio prazo para empreendimentos comerciais. O foco desse banco é nos indivíduos de alto patrimônio e grandes empresas e corporações.
  • Banco safra: É um banco privado brasileiro. Considerada a quinta maior instituição financeira privada do país, em termos de total de ativos. O banco atua em todas as áreas que envolvem serviços bancários oferecendo produtos e serviços customizados para empresas e pessoas físicas. Alguns exemplos desses serviços são o Safra Net Banking, Safra Corretora, Safra Empresas e Safra Private. O foco da empresa também é em pessoas e empresas de alto poder aquisitivo.
  • Banque Jacob Safra Sarasin AG: É uma instituição financeira do grupo com sede na Suíça. A maioria das operações da empresa consistem em conselhos de investimento e gerenciamento de ativos para clientes privados e institucionais e, em geral, a empresa oferece serviços de investimento, finanças corporativas e análise financeira.

Grupo Safra no mundo

grupo safra no mundoNo mercado financeiro internacional, as empresas Safra são sinônimo de tradição e oferecem, historicamente, excelentes margens de segurança a quem confia em sua gestão.

A família controladora da empresa possui um longo histórico de singular conservadorismo e senso de oportunidade no que se traduziu em um enorme conglomerado de renome mundial.

Com atuação em mais de 21 países, em 3 continentes.

Pode-se dizer que a empresa segue, em seus negócios, a filosofia do value investing, adotada também por grandes investidores, como Warren Buffett. Portanto, esta é uma estratégia muito interessante para se adotar ao investir.

Neste vídeo, explicamos mais sobre do que se trata o value investing:

Conclusão – Safra empresas

Safra empresasComo foi possível perceber, o Grupo Safra empresas carrega consigo o patamar de ser um dos grandes conglomerados privados do mundo e, por conta disso, apresentam a capacidade de conseguir gerar muito valor a seus sócios e demais participantes diretos e indiretos do negócio ao longo do tempo.

Portanto, o Grupo Safra empresas é uma instituição muito importante para o mercado de capitais brasileiro.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.