riscos financeiros

Os riscos financeiros são a possibilidade dos investidores perderem dinheiro a partir do investimento do seu capital numa empresa ou nos títulos de dívida da mesma.

Riscos financeiros estão presentes, por exemplo, quando uma empresa utiliza financiamento por meio de recursos captados no mercado na forma de debêntures.

Um risco financeiro também pode estar presente na possibilidade de um governo deixar de pagar os seus títulos públicos, fazendo com que os seus detentores percam a totalidade ou parte do seu dinheiro.

O objetivo de analisar esses riscos está em tomar as devidas precauções, bem como auxiliar uma melhor tomada de decisão por parte de dos gestores e investidores em companhias.

Os motivadores dos riscos financeiros   

riscos financeiros

Os motivadores dos riscos financeiros

                         

Os riscos de origem financeira possuem relação direta com o modo que opera uma companhia. A seguir, temos alguns dos seus principais motivadores:

  • Excesso de endividamento;
  • Exposição a variáveis macroeconômicas, tais como taxa de juros, câmbio, etc;
  • Excesso nas operações de alto risco, como o investimento em derivativos;
  • Informações de baixa qualidade para a tomada de decisões.

Como podemos ver, os principais causadores de prejuízos financeiros são aqueles oriundos principalmente de atitudes irresponsáveis perante a uma série de situações.

Uma forma prática de avaliar o grau de exposição ao risco é a utilização de índices, tais como a dívida líquida/ Ebitda. Tenha em mente que uma alta exposição à dívida pode indicar um investimento arriscado, principalmente em momentos de alta volatilidade do mercado.

Outras informações importantes que devem ser avaliados é com relação aos lucros de origem financeira.

Muitas empresas procuram obter boa parte dos seus resultados através da especulação no mercado de derivativos, o que pode agregar um risco bastante notório no caso de um aumento repentino da volatilidade do mercado.

Principais riscos financeiros

riscos financeiros

Principais riscos financeiros

Como vimos previamente, os riscos de origem financeira podem ser dos mais variados tipos, como risco de crédito, de mercado, liquidez, entre outros.

O risco de crédito, por exemplo, é um dos mais comuns, pois está atrelado à possibilidade do credor não receber o montante que lhe é devido por parte do mutuário, ou até mesmo pelo fato do pagamento não ser realizado na data prevista.

Já o risco de liquidez corresponde à possibilidade de uma empresa não ser capaz de arcar com os seus passivos. Esse tipo de risco também é bastante comum, e pode ser causado por uma falta de boa gestão do capital de giro.

Quanto ao risco de mercado, esse está ligado às oscilações de preços e cotações em bolsa de valores. Ele abrange desde as ações de uma empresa, até a cotação de commodities e moedas nos mercados internacionais.

Então, para analisar todos esses riscos, é necessário que o investidor observe-os um por um, de modo que sejam avaliados a maioria das variáveis que podem afetar a empresa de forma cuidadosa.

Uma forma de calcular o risco financeiro de um negócio é fazer a combinação entre a probabilidade em que ele vai ocorrer junto com o prejuízo que ele pode gerar.

Por fim, podemos concluir que avaliar os riscos financeiros é uma importante tarefa a ser realizada antes de fazer qualquer investimento ou operação financeira.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.