Acesso Rápido

    Resumo da Semana: Suno Research lança índice para FIIs, Modalmais vende fatia ao Credit Suisse, Banco Central suspende pagamento por WhatsApp e Pague menos protocola pedido de IPO.

    Resumo da Semana: Suno Research lança índice para FIIs, Modalmais vende fatia ao Credit Suisse, Banco Central suspende pagamento por WhatsApp e Pague menos protocola pedido de IPO.

    O índice Ibovespa encerrou a última semana registrando 93.834 pontos, o que representou, na última sexta-feira (26), uma variação negativa de -2,24%. Na semana, o principal índice de ações negociadas na bolsa de valores brasileira teve uma desvalorização de -2,835%. Em 2020, o índice segue negativo, com uma baixa expressiva de -18,86% até o momento.

    Já o Ifix – o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários – encerrou a última sexta-feira (26) aos 2.790 pontos, o que representou uma baixa de -0,09% no dia. Na mesma semana e no acumulado de 2020, o índice performou: -0,49% e -12,73%, respectivamente.

    SUNO Research lança índice para fundos de investimentos imobiliários.

    Lançamento do índice SUNO 30 FIIs (SNFI) foi realizado nesta quinta-feira. Objetivo da maior casa de análise independente do Brasil é criar uma referência atualizada e acessível desse mercado para os investidores.

    • Nos últimos meses, a indústria de FIIs registrou um crescimento exponencial de novos investidores, que exigem a criação de novos e mais atualizados benchmarks;
    • Para se ter uma noção, quando a Suno Research começou a abordar os FIIs de forma recorrente, ainda no início de 2017, o número de investidores nesta categoria era pouco mais do que 100.000 pessoas. Hoje são mais de 848.000.
    • O SUNO 30 FIIs (SNFI) será composto pelos trinta ativos de maior Patrimônio Líquido dentre os fundos de tijolo, papel e híbridos que façam parte do IFIX, possuam mais do que um ativo e realizaram um pagamento de proventos ao longo dos últimos doze meses;
    • A composição do SNFI prevê distribuição igualitária entre as cotas dos participantes e revisões trimestrais da carteira. O índice performou melhor que o Ibovespa e IFIX durante os últimos cinco anos.

    Modalmais vende fatia ao Credit Suisse.

    O Banco Modal vendeu uma fatia de até 35% ao Credit Suisse, passando a ser avaliado em aproximadamente R$ 5 bilhões. O movimento indica que a competição das plataformas de investimento online deve se acirrar.

    • As negociações teriam começado no final do ano passado, com a convicção de que as taxas de juros baixas seriam a nova tônica brasileira;
    • Com isso, os investidores do país, em busca de uma maior rentabilidade, teriam de começar a correr mais riscos, renunciando um pouco à liquidez;
    • Segundo o Credit Suisse, a operação deve permitir a distribuição de produtos da instituição suíça aos clientes do Modalmais. O objetivo é oferecer fundos, notas estruturadas, oferta de ações, operações de crédito e etc;
    • Fundada em 2015 como uma plataforma digital do Banco Modal, o Modalmais possui 970 mil clientes e aproximadamente R$ 10 bilhões sob custódia.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Banco Central suspende pagamento por WhatsApp.

    O BC divulgou uma determinação para que a Visa e a Mastercard cessem a utilização do aplicativo WhatsApp para pagamentos e transferências.

    • A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato;
    • Segundo a autoridade monetária, a medida irá permitir a avaliação dos riscos para o funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiros;
    • O modelo de pagamento via WhatsApp é inédito no Brasil e no mundo, e foi anunciado na segunda-feira da semana passada, contando com a parceria entre a Cielo e a plataforma do Facebook.

    Rede de farmácias Pague Menos protocola pedido de IPO.

    O pedido de oferta pública inicial de ações à CVM foi feito na noite da última quinta-feira (25). De acordo com a empresa, a decisão foi tomada após a aprovação da assembleia de acionistas.

    • A Pague Menos procura levantar até R$ 1,5 bilhão na abertura de capital, com uma distribuição primária e secundária de ações;
    • A empresa pretende completar todos os trâmites legais para o IPO e listar suas ações até o fim de agosto;
    • O road show será realizado no Brasil e no exterior, e a listagem será realizada no Novo Mercado;
    • A companhia procura abrir seu capital na bolsa de valores brasileira desde 2014. No entanto, mudanças nas condições de mercado e nos rumos estratégicos da empresa postergaram o processo;
    • Fundada em 1981, no Ceará, a Pague Menos foi precursora em uma série de inovações no segmento, como o recebimento do pagamento de contas de água, energia e condomínio, além da criação de seu próprio cartão de crédito – aceito em todo o país – e da Farmácia Popular, com foco no público mais vulnerável;
    • Atualmente, a rede possui mais de mil lojas em todo o brasil, com uma receita bruta em 2019 de R$ 6,79 bilhões e prejuízo de R$ 6,82 milhões.