Acesso Rápido

    Resumo da Semana: Reforma ameaçada, ibov cai mas ano segue positivo

    Resumo da Semana: Reforma ameaçada, ibov cai mas ano segue positivo

    O Ibovespa encerrou a semana registrando 84.041 pontos, o que representou uma queda de 1,70% no dia. Entretanto, no acumulado do ano, após o encerramento do mês de janeiro, a alta do índice já segue com um acúmulo de 10%, representando claramente o ânimo do mercado que se iniciou poucos meses antes do fim de 2017.

    Já o Ifix, o índice que mede o desempenho médio dos Fundos Imobiliários no Brasil, seguiu a movimentação do Ibovespa e encerrou o pregão da sexta-feira registrando também uma queda – porém menos representativa – de 0,14%. No acumulado do ano até agora, contudo, a alta vem sendo de 2,08.

    O destaque da semana se fez por conta do início da divulgação dos resultados referentes ao quarto trimestre de 2017 por parte das companhias abertas, onde foi possível perceber resultados bastante positivos de algumas empresas do setor bancário (como Bradesco e Santander) e também de empresas do setor de celulose (Fibria e Klabin) além, também, de Cielo, que seguiu com sólidos números em 2017, apesar da forte e crescente concorrência em seu segmento de operação.

    No cenário político, as expectativas seguem no que diz respeito ao andamento das reformas, principalmente a previdenciária. Neste sentido, foi divulgada nesta sexta-feira a informação de que o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que o governo federal aceita realizar “pequenas alterações” na proposta de reforma da Previdência Social, desde elas que resultem em votos para sua aprovação.

    Com isso, aumenta-se a expectação de que o governo reforce os trabalhos de convencimento de sua base aliada no Congresso na tentativa de garantir a aprovação da reforma na Câmara ainda em fevereiro.

O cenário político segue bastante conturbado, e levando-se em consideração ser esse um ano eleitoral, tudo indica que a conjuntura de nebulosidade tende a continuar bastante intensa no que diz respeito ao andamento dos fatos em Brasília.

    Ademais, apesar do atual momento de alta no mercado, sabemos que o Brasil é um país de oportunidades e, neste sentido, acreditamos que basta que algum fato de maior relevância seja divulgado na imprensa para que possiblidades interessantes para o “jacaré fechar a boca” possam ser observadas.

    Seguimos, com isso, vigilantes em relação aos principais desencadeamentos dos fatos, sempre no intuito de buscar indicar as mais significantes janelas de entradas em valiosos ativos a preços descontados para nossos assinantes.


    Conteúdos Premium da Semana

    Radar de Fundos Imobiliários
    Suno Valor
    Suno Dividendos
    Suno Call
    Suno Fundos Imobiliários


    Conteúdos gratuitos da semana

    Quando o longo prazo atravessa gerações
    O P/VP nos fundos imobiliários parte 3
    Quem será a maior empresa do Brasil?
    Você sabe o que é um Bear Market?
    Empresas que criam e destroem valor
    Radar do Mercado – BBDC4 / CIEL3 / SANB11