compliance
Por: Suno Research

Resumo da Semana: Google investirá na Índia, XP perde terceiro maior escritório de agentes autônomos, Neon pagamentos adquire corretora e d1000 define faixa indicativa de IPO.

O índice Ibovespa encerrou a última semana registrando 102.888 pontos, o que representou, na última sexta-feira (17), uma variação positiva de 2,32%. Na semana, o principal índice de ações negociadas na bolsa de valores brasileira teve uma valorização de aproximadamente 2,85%. Em 2020, o índice segue negativo, com uma baixa expressiva de -11,03% até o momento.

Já o Ifix – o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários – encerrou a última sexta-feira (17) aos 2.741 pontos, o que representou uma baixa de 0,066% no dia. Na mesma semana e no acumulado de 2020, o índice performou: 0,91% e -14,25%, respectivamente.

Google investirá na Índia.

A Alphabet, controladora do Google, informou, nesta segunda-feira (13), que investirá US$ 10 bilhões na Índia nos próximos cinco anos, com o objetivo de acelerar os negócios da economia digital do país com inteligência artificial.

  • De acordo com o CEO da empresa norte-americana, Sundar Pichai, o fundo Google for India Digitalization Fund atuará em áreas como saúde, educação e agricultura, ajudando empresas a passarem por transformações digitais;
  • “Isso é o reflexo da nossa confiança no futuro da Índia e da sua economia digital”, disse o executivo. “O nosso objetivo é assegurar que a Índia não se beneficie apenas da próxima vaga de inovação, mas que a lidere”, salientou;
  • “Faremos isso por meio de uma combinação de investimentos em ações, parcerias operacionais, infraestrutura e investimentos em ecossistemas”, afirmou por videoconferência no evento anual da empresa, focado no país asiático;
  • A Índia é um dos principais mercados internacionais para o Google, sendo foco de investimento de diversos produtos e serviços, como Youtube e Android. O país possui 1,3 bilhão de habitantes e emerge como a última nação pouco explorada comercialmente para norte-americanos e chineses;
  • Mais de 500 milhões de pessoas no país utilizam a internet no dia a dia. Além disso, 450 milhões de smartphones estão em funcionamento, o que chama atenção dos gigantes da tecnologia.

XP perde terceiro maior escritório de agentes autônomos.

A EQI Investimentos, o terceiro maior escritório de agentes autônomos da XP, fez as malas e partiu para o rival BTG Digital.

  • O escritório, com cerca de R$ 9 bilhões sob administração e quase 40 mil clientes, teve 49% de sua participação comprada pelo BTG Pactual, que irá abrigar seus serviços por seis meses em sua plataforma;
  • A ideia do banco de André Esteves é transformar a EQI em uma corretora independente ligada à sua plataforma digital utilizando a sua estrutura de tecnologia;
  • Recentemente, o BTG Pactual levantou R$ 2,65 bilhões em uma oferta de ações, em uma tentativa de roubar participação da XP no varejo;
  • O escritório – que possui mais de 300 assessores de investimentos – deve ser apenas o primeiro dos agentes autônomos da XP a seguirem o mesmo caminho e tornarem-se corretora em sociedade com o BTG.
Guia de Investimento em Renda Fixa

Invista com segurança e rentabilidade: baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça as principais opções de investimento em Renda Fixa!

Neon Pagamentos adquire corretora.

A Neon Pagamentos informou nesta quinta-feira (16) a aquisição da corretora mais antiga do país, a Magliano Invest.  O valor da operação não foi divulgado.

  • Segundo Jean Sigrist, presidente da fintech, “Estamos muito animados com a possibilidade de replicar a experiência digital que a Neon trouxe para os produtos bancários no mundo dos investimentos. Com a aquisição da Magliano, damos mais um passo nessa direção e ampliamos a possibilidades de nossos clientes”;
  • A corretora, que tem 93 anos de história, é dona do registro 001 na B3. Segundo o presidente da mesma, a corretora conversava com possíveis compradores há dois anos. Em julho de 2018, os clientes pessoa física da mesma passaram a ser atendidos pela Guide.

D1000 define faixa indicativa para IPO.

A Profarma anunciou nesta sexta-feira (17) que o seu conselho de administração aprovou a realização da oferta pública iniciaç de ações da d1000, com faixa indicativa entre R$ 17 e R$ 20,32 por papel. Trata-se do braço da empresa no setor de varejo farmacêutico.

  • O volume de ações a serem vendidas pela d1000 será de 23.536.205 ações ordinárias, com a possibilidade de ser acrescidas em até 20% de ações ordinárias e em até 15% de ações suplementares;
  • A companhia pretende levantar cerca de R$ 645,6 milhões com a oferta, que será coordenada pela XP Investimentos e BB Investimentos;
  • A oferta será inteiramente primária, de forma que os recursos levantados serão direcionados ao caixa da companhia para amortizar dívidas, abrir novas lojas e reforçar o capital de giro;
  • O início de negociação das novas ações na B3 está previsto para o dia 10 de agosto.
Telegram Suno
Suno Research

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!