O índice Ibovespa encerrou o dia de ontem (16) registrando 88.515 pontos, o que representou, naquele dia, uma varia positiva de +2,96%. Na semana – que não apresentou negociações na bolsa de valores na quinta-feira (15) por conta do feriado de Proclamação da República do Brasil – a variação do principal índice das ações negociadas na bolsa de valores apresentou também uma alta, porém de +3,36%. No acumulado de 2018, a valorização do índice segue em expressivos +15,85%.

Já o Ifix – índice relativo aos fundos imobiliários – encerrou a sexta-feira aos 2.278 pontos, com uma alta de +0,24% no dia. Na semana, a variação do índice foi de +0,77%, ao passo que, em 2018, a sua alta se mostra aos +2,30%.

Como destaques da semana, vale destacar o dado divulgado ontem pelo Banco Central de que a economia brasileira acelerou seu ritmo de crescimento no terceiro trimestre deste ano. De acordo com a instituição, o chamado Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) registrou uma alta de 1,74% neste período, na comparação com o segundo trimestre de 2018. Entre os motivos para este crescimento está, principalmente, a greve dos caminhoneiros, que afetou diretamente na economia brasileira no segundo trimestre, período em que foi registrado uma negativa de -0,79% no crescimento econômico do país. O levantamento ainda destacou que setembro apresenta uma retração de 0,09% na comparação com agosto, todavia no paralelo com setembro de 2017 a alta foi de 0,72%.

Na parcial entre janeiro e setembro foi apresentado uma melhora de 1,14% no indicador, enquanto na soma de 12 meses até setembro, este número fica em 1,45%. O cálculo sobre a economia brasileira se dá pelo Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), medida adotada pelo BC para tentar antecipar o Produto Interno Bruno (PIB) do país.

Outro dado importante divulgado na semana se fez através do comunicado feito na terça-feira (13) por parte da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com o Serviço de Proteção de Crédito, de que o número de inadimplentes chega a 62,98 milhões de pessoas.

Segundo a pesquisa o número de inadimplentes cresceu 4,22% no mês de outubro, segunda maior alta em 12 meses, ficando abaixo apenas de julho, período que este número teve alta de 4,31%. Entre os motivos para o alto índice está, principalmente, a retomada da economia nacional.

Interessante lembrar, também, que as empresas listadas na bolsa encerraram as divulgações dos seus resultados referentes ao terceiro trimestre do ano na quarta-feira (14). Mais uma vez, o destaque se fez em relação ao setor bancário que, historicamente, apresenta um retorno acima da média do restante do mercado no que diz respeito à geração de valor proveniente de suas atividades operacionais.

Em nossa visão, tudo sugere que o mercado encare, nos próximos meses, uma conjuntura de alta. No entanto, acreditamos que, mesmo em um mercado ascendente, é possível se encontrar boas oportunidades de investimentos a preços que proporcionem uma boa margem de segurança, e é isso que continuaremos a fazer no que tange às indicações de investimentos que sugerimos àqueles que creditam nossas teses de investimentos.

Conteúdos Premium da Semana

Conteúdos Gratuitos da Semana

Compartilhe a sua opinião
Suno Research

Suno Research

A Suno Research é uma casa de analise independente focada em ajudar o pequeno e médio investidor individual a ter sucesso com estratégias de longo prazo focadas em valor.