Acesso Rápido

    Rescisão contratual: saiba como funciona o processo de cancelamento de contratos

    Rescisão contratual: saiba como funciona o processo de cancelamento de contratos

    Uma das principais dúvidas quando assinamos um contrato é como funcionaria uma eventual rescisão contratual.

    A depender da forma como o contrato estiver redigido, podem haver penalidades sérias a se arcar em caso de com uma rescisão contratual. Por isso é importante conhecer os valores e termo da empresa que está fechando o contrato.

    O que é a rescisão contratual?

    A rescisão contratual ocorre quando uma das partes não cumpre com a sua parcela de responsabilidade na parceria. Logo, o documento pode ser anulado ou cancelado. Em alguns casos, quem descumpriu cláusulas previstas no acordo pode ser penalizado com mais do que apenas o fim da parceria.

    Isso porque o contrato pode prever penalidades para quem descumprir suas cláusulas. Estas podem ser multas por rescisão contratual ou perda de direitos.

    Planilha de Controle de Gastos

    Não perca o controle das suas finanças! Baixe nossa planilha gratuita de controle de gastos e organize melhor toda a sua vida financeira!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Rescisão contratual no ambiente de trabalho

    Quando o assunto é lei trabalhista, existem regras específicas a serem seguidas em caso de rescisão contratual.

    Porém, alguns pontos mudaram neste aspecto após a reforma trabalhista.

    Quando o rompimento da relação de trabalho parte do empregador, é preciso um mês de aviso prévio.

    Além disso, o trabalhador demitido também tem o direito a uma indenização correspondente a 40% do saldo da conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) do empregado.

    Além das chamadas verbas rescisórias, que abrangem pontos como:

    • Saldo de salário;
    • Proporcional de férias a vencer;
    • Férias vencidas (se houver);
    • Proporcional do 13º salário; e
    • Saldo de horas extras do banco de horas.

    Isso sem contar com o saldo do FGTS em si e o seguro-desemprego.

    O aviso prévio mínimo é de 30 dias. Mas a cada ano de trabalho completo será acrescido mais um dia neste período.

    Rescisão contratual por justa causa

    É preciso lembrar que estas regras se aplicam apenas às demissões sem justa causa. Mas se o empregado for demitido por justa causa, terá direito apenas ao saldo de salário, de férias e de 13º salário. Dessa forma, ele perde, inclusive, o acesso ao saldo da sua conta no FGTS e ao seguro-desemprego.

    Isso acontece porque a lei entende que, neste caso, o não cumprimento de cláusulas da CLT dá ao empregador o direito à rescisão contratual.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Além disso, a justa causa pode originar algumas consequências legais, caso a demissão seja motivada pela ocorrência de um crime. Os mais comuns são roubo, furto e fraude. Neste caso, o empregado pode ainda ser preso.

    Perdas semelhantes ocorrem com o empregado que for o autor do pedido de demissão — com a diferença de que ele também terá que cumprir o aviso prévio, ou pagará uma indenização equivalente a um mês de salário.

    A exceção está nos casos de rescisão indireta no contrato de trabalho. Esta ocorre quando o não cumprimento das cláusulas contratuais é feito por parte do empregador. Logo, a rescisão contratual traz consequências para ambos os lados envolvidos no acordo.

    Rescisão contratual em investimentos

    Alguns investimentos funcionam como contratos. Ao aplicar dinheiro, o investidor concorda com o prazo de vencimento do título e com o rendimento previsto.

    Se houver uma rescisão contratual, ou seja, a retirada do dinheiro antes do tempo, pode haver perda financeira. Logo, a quebra de contrato pode trazer ônus para quem o fizer sem o devido conhecimento.

    No entanto, o comum é que estas consequências estejam claras no acordo firmado. Por isso, o aconselhado é que todas as obrigações e penalidades para o seu não cumprimento estejam claras no contrato.

    Desta forma, é possível conseguir a rescisão contratual com segurança jurídica. Porém, é sempre importante estar atento aos termos assinados junto a empresa que ofereceu o investimento.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Alexandre 30 de março de 2020

      tenho dois conytatos de trabalho na mesma empresa, pode ser reisindido apenas um ?

      Responder
    • Dalva Lourenção Fraccaroli 19 de abril de 2020

      O que quer dizer retirada prop. /recisão

      Responder
    • Wildo Sodré de Oliveira 8 de maio de 2020

      Foi cancelado meu contrato de trabalho por 60 dias como faço para receber esse dinheiro

      Responder