renda mensal
Por: Tiago Reis

Renda mensal: Como investir para ter uma renda mensal de R$ 5 mil

Você sonha em ter uma renda mensal a partir dos seus investimentos? Pretende viver sem precisar trabalhar?

Saiba que é muito possível obter uma renda mensal passiva. No entanto, cabe ressaltar, não é algo fácil e exige muita disciplina. Sobretudo, exige que você adquira a mentalidade de um investidor de longo prazo.

Renda mensal passiva é tudo aquilo que você recebe dos seus investimentos. Considera-se, principalmente, a renda mensal advinda dos dividendos pagos pelas ações e pelos fundos imobiliários.

Onde investir para ter uma renda mensal?

Onde investir para obter uma renda mensal?

O primeiro passo para adquirir uma renda mensal é começar a investir em ativos que gerem renda passiva.

Mas o que são ativos que geram renda? São ativos que distribuem valores monetários sem que para isso o investidor tenha que vender os seus ativos.

Por exemplo, o investidor de ações recebe um renda de dividendos, que é uma parcela do lucro das ações. Para isso ele não precisa vender as ações.

Já para pessoas que investem em ativos como ouro, dólar ou criptomoedas, não é possível gerar renda sem ter que vender esses investimentos.

Portanto, os ativos geradores de renda passiva são os mais adequados para os investidores que buscam uma renda mensal passiva.

Entre esses ativos, destacam-se as ações. Isto ocorre pois as ações tendem a no longo prazo apresentarem um maior rendimento do que outras aplicações, tais como o investimento em renda fixa.

As ações apresentam muita volatilidade no curto prazo, no entanto, ressaltamos que o investidor que busca renda não deve se preocupar com esta volatilidade, mas sim aproveita-la para encurtar o seu processo rumo à independência financeira.

Um investidor que busca uma renda passiva é, via de regra, um investidor de longo prazo. Portanto, o investidor de longo prazo não deve se apavorar com a volatilidade, mas deve aproveita-la para comprar as ações quando estiverem baratas.

Fundos imobiliários

Uma alternativa para o investimento em ações é investir em fundos imobiliários.

Inclusive, recomenda-se que o investidor busque investir em ambos.

Fundos imobiliários reúnem recursos de diversos cotistas para aplicar em ativos ligados ao ramo imobiliários, tais como:

  • Edifícios corporativos
  • Shopping centers
  • Galpões logísticos

A grande vantagem dos fundos imobiliários para os investidores que buscam renda é que este ativo é caracterizado por pagar um alto dividendo.

Ainda, esses dividendos são pagos mensalmente, ao contrário das ações que costumam pagar os proventos em períodos mais espaçados.

Quanto investir para ter uma renda mensal de R$ 5 mil?

Renda mensal de R$ 5 mil

Considerando um dividend yield de 6% ao ano o investidor para obter uma renda mensal de R$ 5 mil precisa ter um valor aplicado de R$ 1 milhão.

Em um primeiro momento este valor pode parecer excessivo, mas ele é perfeitamente possível de se alcançar investindo com disciplina e foco no longo prazo.

Utilizando a calculadora de vida financeira da Suno Research é possível fazer uma simulação para sair do 0 e chegar ao primeiro milhão.

Simulando um aporte mensal de R$ 1,65 mil e com uma taxa de juros real de 8,4% ao ano, tem-se que ao final de 20 anos o investidor ultrapassará a quantia de R$ 1 milhão. Portanto, estará apto a ter uma renda de pelo menos R$ 5 mil.

Obviamente que, caso esse investidor aumente o seu aporte mensal ao longo do tempo, o que é muito comum, esse prazo para se obter uma renda mensal de R$ 5 mil pode ser bastante encurtado.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

3 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • guilherme 24 de julho de 2019

    Tiago será que vc poderia me ajudar no que segue abaixo?

    -tenho hj 80% do meu patrimonio em bolsa( Itau e Vale) e 15% em TD 2050 comprados na casa dos IPCA +7,3%, e mais 5 % em Tselic

    – tem horas que penso em vender bolsa e colocar tudo em TD pra ter segurança de que numa proxima onda de baixa não irei devolver boa parte do ganho atual, como em 2008, mas ai me recordo do juro real da RF…

    – outras horas penso em vender TD, que está com um excelente lucro e comprar FIIs, mas tenho muitas dúvidas em como escolher os melhores e se continuarão bons daqui há 30/ 40 anos, fora isso ainda tem o fantasma da tributação dos FIIs , uns maus gestores, etc…

    – acho muito dificil esse papo de orientador financeiro que o investidor tem que ” escolher boas empresas/ FIIs e ficar enquanto estejam bons” poo olha o caso de Vale por ex.

    Me dá um help, sendo que este montante terá que começar a me gerar renda/aposentadoria no proximo ano, pois sou autonomo e preciso parar de trabalhar.

    Forte abraço e obrigado por compartilhar conhecimento!

    Responder
  • antonio 29 de julho de 2019

    Concordo com o comentário acima, pois eu já perdi um bom dinheiro em FII. E ainda por cima fiquei com a impressão que há algo muito”nebuloso” neste mercado!

    Responder
  • antonio 2 de agosto de 2019

    EXCLUÍRAM MEU COMENTÁRIO ??????????

    o fato me leva a realmente pensar que tem algo obscuro no ar….

    por essas e por outras NÃO compro FIIs

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs

Planilha Gratuito

Controle
SUAS
FINANçAS

Uma planilha 100% Gratuita para ajudar você a organizar as suas finanças!

%d blogueiros gostam disto: