receita total
Por: Tiago Reis

Receita total: o faturamento de uma empresa

Para entender a situação financeira de uma empresa e seu posicionamento no mercado alguns indicadores financeiros são fundamentais, como a receita total.

A receita total de uma companhia também é chamada de faturamento.

A receita total de uma empresa é calculada multiplicando o preço dos produtos vendidos ou serviços prestados por ela pela quantidade vendida. Dessa forma, descobre-se o total arrecadado pela empresa em sua atividade.

Logo, a fórmula matemática da receita total é representada por:

Receita Total = P (preço) x Q (quantidade)

Mas claramente uma empresa não venderá somente um produto ou não terá apenas um serviço. Logo, a receita total da companhia será a soma das receitas de cada produto ou divisão da empresa. O que dará o faturamento total da empresa.

Note que na receita total a fórmula é em função da variável preço e da variável quantidade. Por conseguinte, é possível aumentar a receita de uma empresa aumentando o preço ou vendendo maiores quantidades.

A primeira vista pode parecer simples aumentar a receita de uma empresa. No entanto, muitas empresas são o que se chama no mercado e em economia de “Price Takers”.

Ou seja, não tem poder de escolher o preço praticado no negócio. Isso porque o preço é dado pela oferta e demanda do mercado em que atua. Isso porque se a empresa aumentar o preço de seu produto os consumidores irão comprar do seu concorrente.

Dessa forma, essa empresa só poderá aumentar sua receita produzindo mais quantidades e vendendo mais. O que a primeira vista também pode parecer simples, mas também não é.

Nem sempre há demanda para mais produtos nesse mercado, e se houver os novos demandantes podem não estar dispostos a pagar o mesmo preço pelo produto.

Logo, uma maior oferta de um produto no mercado tende a baixar o preço praticado nesse mercado. Por conseguinte, a receita total da empresa será menor.

Receita total bruta e líquida

receita total

Como calculamos até agora a receita total não estamos considerando outras receitas que não fazem parte da operação e também nenhuma dedução fora da operação. Em contabilidade chama-se essa receita de receita bruta.
Porém, fazendo essas considerações teremos a receita líquida da empresa.

No cálculo da receita total líquida são consideradas as devoluções do produto e deduzidos todos os impostos que incidem sobre as vendas destacados nas notas fiscais e os descontos comerciais.

Por outro lado, entram no cálculo da receita líquida juros e ganhos provenientes de aplicações financeiras. Esses rendimentos não fazem parte do negócio, mas compõe os ganhos da companhia.

Ao comparar a receita bruta e líquida é possível ter uma boa ideia do que acontece no negócio. Nem sempre uma alta da receita bruta trará um aumento da receita líquida.

Mas isso indica que o negócio da empresa está crescendo apesar de algumas dificuldades externas como tributações.

Por fim, a receita total de uma empresa é o faturamento da mesma e calculada multiplicando o preço pelo número de vendas. É um indicador importante para acompanhar o crescimento da empresa no mercado.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
accounting (1)

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Frame

NÃO VÁ EMBORA AINDA...

Inscreva-se e receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!