Indicadores

Receita operacional: recursos gerados pela atividade fim

By 30 de setembro de 2018 No Comments
Receita operacional

A análise dos indicadores da Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) é fundamental para compreender o negócio da empresa. Aqui iremos tratar sobre o que é a receita operacional.

Receita são os recursos obtidos pela empresa. Mas e receita operacional?

Receita operacional são os recursos gerados pela empresa em sua atividade fim. Ou seja, o montante recebido pela venda de produtos ou prestação de serviços. Na demonstração de resultados tem-se a receita operacional bruta, antes dos impostos, e a líquida, considerando os impostos incidentes sobre as vendas.

A receita operacional se distingue das receitas financeiras, que por sua vez não são gerados pelo negócio da empresa. E sim, provenientes de juros, descontos, dividendos ou resultados de operações financeiras, por exemplo.

A receita operacional mostra o quanto a empresa de fato gera com a sua operação. Sendo assim um indicador importante para entender se o negócio da empresa está crescendo ou não.

Para a calcularmos multiplicamos o preço dos produtos ou serviços vendidos pela quantidade vendida, tendo assim o montante gerado com as vendas.

No entanto, essa é a receita operacional bruta. Já que não leva em consideração devoluções, abatimentos ou impostos. Quando deduzimos esses valores temos a receita operacional líquida.

Que é diferente da receita líquida, que leva em consideração a receita total da empresa e os descontos totais. E não só da operação.

É importante destacar que os impostos que são abatidos para obter a receita operacional líquida são apenas os tributos que incidem sob as vendas. Ou seja, impostos que estão diretamente ligados a operação da empresa.
Demais impostos como IPTU, são fixos e independem da operação. Portanto, não entram no cálculo.

Na Demonstração de Resultados do Exercício termos esses valores assinalados da seguinte forma:

RECEITA OPERACIONAL BRUTA
Vendas de Produtos
Vendas de Mercadorias
Prestação de Serviços
(-) DEDUÇÕES DA RECEITA BRUTA
Devoluções de Vendas
Abatimentos
Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas
= RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

Analisando a receita operacional

Como vimos, a receita operacional é o que de fato a empresa obtém com a sua operação. Em outras palavras, é o rendimento do próprio negócio.

Às vezes a receita total de uma empresa pode aumentar e assim o seu lucro subir sem que a receita operacional tenha crescido.

Apenas olhando a receita total pode-se ter a impressão de que a empresa está expandindo e seu negócio está crescendo. Mas com a receita operacional estagnada esse não é o caso.

Isso significa que a empresa teve um ganho extraordinário fora da operação. Que pode vir a acontecer de novo ou não. Provavelmente não.

Uma empresa precisa ser lucrativa dentro de sua operação. Caso contrário, as receitas que ela receber por outras fontes irão ser sugadas no negócio.

Ou mesmo a companhia estará focando em uma atividade que não é a sua propriamente dita, como a financeira. E como resultado pode acabar piorando ainda mais negócio fim da empresa.

Por fim, a receita operacional é o recurso obtido pela empresa com a sua atividade fim. Sendo a receita operacional líquida o resultado da receita operacional bruta quando deduzidos as devoluções, abatimentos e os impostos que incidem sob as vendas.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.