A Valid Soluções e Serviços de Segurança em Meios de Pagamento e Identificação comunicou ontem ao mercado que, no último dia 26 de junho, o seu cliente, a Cidade de Providence, em Rhode Island nos Estados Unidos, lançou a sua carteira municipal de identificação e escolheu a Valid, por meio de licitação, para ajudar o município a projetar e produzir seus cartões de identidade municipais – formalmente denominado IDPVD.

“A Valid se sente honrada em poder trabalhar com a Cidade de Providence nesta iniciativa. Estamos muito satisfeitos que as credenciais que produzimos proporcionam segurança e funcionalidade para ajudar os residentes de Providence a acessar os serviços da cidade”, disse Michael Fox, diretor comercial da Valid.

“A maioria de nós só percebe o valor da carteira de identidade até percebermos como é difícil realizar atividades cotidianas sem uma.”, disse o prefeito Jorge O. Elorza.

 

Em relação ao comunicado feito pela Valid, é importante destacar que o prefeito Jorge O. Elorza estabeleceu, em novembro do ano passado, o Programa Municipal de Identificação de Providence, cumprindo sua promessa de promover políticas inclusivas, complementares e inovadoras a fim de apoiar todos os moradores da cidade.

Neste intuito, a Valid será a empresa responsável por ajudar a cidade na projeção produção dos cartões de identidade– formalmente denominado IDPVD.

Segundo o informado, estas carteiras beneficiam os usuários da comunidade que poderiam ter dificuldade para conseguir e manter uma identificação adequada e um comprovante de residência para acessar os serviços da cidade.

Na maioria dos municípios, uma parte da população – incluindo imigrantes, sem-teto, jovens sem lar temporário, ex-presidiários e idosos que não dirigem – não tem todos os documentos necessários.

Sem tais documentações de identidade emitidas pelo governo, muitas pessoas enfrentam diversos obstáculos para interagir com entidades governamentais, buscar assistência médica, abrir uma conta bancária, solicitar serviços públicos ou até mesmo retirar um pacote dos Correios.

Algumas cidades, como Providence, começaram a lidar com essas questões com uma carteira municipal de identidade, que ajuda a eliminar esses obstáculos e torna possível para essas pessoas acessarem diversos dos seus serviços, através de uma solução única e aceitável.

Com a Carteira de Identidade Municipal, (IDPVD), os cidadãos poderão ter acesso às bibliotecas de Providence, facilitar o acesso a determinados serviços, assim como dar suporte ao sistema escolar local para crianças de 14 a 18 anos.

Além disso, o IDPVD está disponível para todos os residentes com o benefício extra de oferecer descontos em estabelecimentos locais e espaços especiais.

Neste sentido, a solução de carteira municipal usada pela cidade de Providence é fornecida pelo programa de Identidade Municipal como um Serviço (MIDaaS) da Valid.

Com o MIDaaS, a companhia oferece uma solução hospedada em nuvem de ponta a ponta, com segurança e proteção dos dados e permite que os municípios ofereçam aos seus residentes acesso seguro aos serviços da cidade.

Ainda, a Valid usa uma plataforma de software baseada na Web, WebLink ID, para administração das identidades a fim de oferecer suporte à inscrição segura e à verificação das identidades do solicitante, e também a administração da produção das credenciais de identificação emitidas de forma centralizada.

As carteiras do MIDaaS contam com recursos significativos de segurança incorporados para proteger o usuário contra a falsificação da identidade ou da carteira, e serão enviadas diretamente para os usuários ou para um escritório local da cidade, onde os mesmos poderão retirar o documento pessoalmente.

Com isso, a ideia é que o MIDaaS da Valid proteja as informações pessoais dos cidadãos da cidade de Providence em centrais de dados de alta disponibilidade e alta segurança e que permita o rastreamento de uma carteira de identidade desde a pré-produção até a entrega ao usuário final.

“Tanto o MIDass quanto os cartões de Identidade Municipais fazem parte do portfólio da Valid para as iniciativas relacionadas a Smart Cities utilizando um conjunto de soluções projetadas para melhorar a qualidade da utilização dos serviços de administração da cidade de Providence”, ressaltou a companhia em seu comunicado.

“O IDPVD é de fácil acesso e mostra aos residentes da cidade que eles são parte da comunidade de Providence. Em um momento no qual as forças que nos separam parecem mais fortes do que nunca, estamos muito animados de anunciar um programa como esse, que promove a aceitação. Agradecemos à Valid pelo suporte na concretização dessa ideia ousada e por nos fornecer a tecnologia e os serviços que maximizam a segurança das carteiras de identidade e protegem a privacidade de nossos residentes”, destacou o prefeito Jorge O. Elorza.

No mais, mesmo não tendo sido revelados os detalhes financeiros da contratação, é sempre interessante de se observar uma companhia brasileira oferecendo soluções inovadoras para desafios aparentemente comuns que grande maioria as cidades enfrentam em todos os cantos do planeta.

Em relação à companhia, a Valid é uma empresa global com mais de 60 anos de experiência no mercado e apresenta, atualmente, um vasto portfólio de soluções tecnológicas de segurança para os mercados financeiro e bancário, assim como de telefonia móvel, identificação, gerenciamento de dados, Internet das Coisas (IoT) e Track & Trace.

Com 6 mil funcionários e um faturamento de USD 493 milhões de dólares em 2017, a Valid está presente em 16 países.

Atualmente, a empresa tem uma participação de mercado de mais 60% no segmento de emissão de documentos de identificação no Brasil, sendo a 5ª maior produtora de SIM Cards do mundo e ficando entre as 10 maiores companhias fabricantes de cartões bancários do planeta.

Contudo, vale destacar aqui que a Valid atua num setor sobre o qual predominam empresas de grande market share e que são consolidadas mundialmente já a bastante tempo, e neste cenário, é muito difícil disputar mercado com grandes potencias tecnológicas, isto por que, neste segmento, as mudanças se fazem de maneira muito drástica, não dando tempo, em muitas das vezes, das empresas conseguirem se adaptar à nova realidade.

Entendemos, ainda, que neste setor que envolve serviços de meios de pagamento, identificação, telecomunicações e tecnologia de segurança, neste momento, existem ainda muitas incertezas, por conta disso, preferimos não participar da Valid por entendermos que atua num segmento de bastante volatilidade quanto à inovações e tendências cada vez mais rápidas.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.