A AES Tietê Energia comunicou ontem (29) ao mercado que foi selecionada por mais um ano para fazer parte da carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3 que vigorará de 07 de janeiro de 2019 a 03 de janeiro de 2020. É o 12º ano consecutivo que a companhia faz parte deste importante índice.

“Este feito reflete o comprometimento da AES Tietê Energia com a sustentabilidade dos seus negócios, sua responsabilidade social e suas boas práticas de governança corporativa”, destacou a companhia em seu comunicado.

 

É interessante destacar, como complemento à informação divulgada pela companhia, que o ISE é uma ferramenta para análise comparativa da performance das empresas listadas na B3 sob o aspecto da sustentabilidade corporativa, baseada em eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança corporativa.

Também amplia o entendimento sobre empresas e grupos comprometidos com a sustentabilidade, diferenciando-os em termos de qualidade, nível de compromisso com o desenvolvimento sustentável, equidade, transparência e prestação de contas, natureza do produto, além do desempenho empresarial nas dimensões econômico-financeira, social, ambiental.

As melhores empresas em cada segmento são selecionadas para compor a carteira a partir de questionários distribuídos entre as companhias emissoras das ações mais líquidas da B3 e aquelas selecionadas para compor o índice tornam-se referenciais para investimentos socialmente responsáveis.

É interessante destacar, também, que a nova carteira do índice reúne 35 ações de 30 companhias que representam 13 setores, as quais somam R$ 1,73 trilhão em valor de mercado, o equivalente a 48,66% do total do valor das companhias com ações negociadas na B3.

Embora avaliemos que essa é uma notícia que tende a não alterar de maneira direta o operacional da AES Tietê, é obvio tal informação ressalta bem o compromisso de sua gestão perante as boas práticas de governança e sustentabilidade.

Assim sendo, seguimos com nosso posicionamento sobre a companhia, a qual, inclusive, se encontra nesse momento a um preço de cotação que proporciona uma boa margem de segurança no âmbito de um investimento de longo prazo, de acordo com nossa visão.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.