Suzano Papel e Celulose S.A. divulgou, nesta terça-feira (26), indicações de guidance da companhia. Entre as projeções divulgadas estão os ganhos de sinergia e o CAPEX futuro da organização.

 

A Suzano é uma das maiores empresas que atua no ramo de papel e celulose do país. Detentora de uma operação complexa, a companhia possui área cultivada equivalente a duzentas vezes a área de Manhattan.

Para processar a matéria prima, a Suzano possui sete fábricas de celulose responsáveis pela produção de mais de 10 milhões de toneladas do produto.

A companhia atende 35 mil clientes distribuídos em 86 países. A figura a seguir mostra a distribuição global da organização através do modal marítimo.

Segundo a administração, a combinação das atividades da Suzano com a Fibria Celulose S.A., conforme operação concluída em 14 de janeiro de 2019, trará ganhos de sinergia que serão capturados gradualmente pela companhia.

Os ganhos estimados para a sinergia são da ordem de R$800 milhões a R$900 milhões por ano, no período 2019-2021. A companhia ainda afirma que as sinergias tributárias geradas a partir da incorporação societária da Fibria pela Suzano, acarretará em dedutibilidade da ordem de R$2 bilhões por ano no período de 2019 a 2021.

Em relação ao CAPEX, a administração prevê uma redução para 2019 em relação ao ano de 2018. O guidance para 2019 aponta para CAPEX de manutenção de R$4,0 bilhões, preservando a tendência de 2018.

Entretanto, há redução significativa nas projeções de expansão e modernização. Em 2018, o CAPEX de expansão e modernização totalizou R$2,0 bilhões, enquanto a previsão para 2019 é de apenas R$600 milhões.

A tabela a seguir apresenta o CAPEX de 2018 e as projeções para 2019.

A partir do comunicado da companhia, podemos notar que 2019 será um ano marcado pela tentativa de aproveitar as sinergias tributárias e operacionais provenientes da incorporação da Fibria. Os investimentos em expansão e modernização serão reduzidos e a companhia focará seus esforços na otimização da gestão, na tentativa de maximizar os ganhos de sinergia.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.