Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Oi (OIBR3) presta esclarecimentos sobre notícia veiculada na imprensa

Na data de ontem (02), a Oi S.A. divulgou, ao mercado e aos seus acionistas, os esclarecimentos a respeito de notícia veiculada na imprensa, em resposta ao ofício enviado pela Brasil, Bolsa, Balcão (B3).

O ofício apresentava questionamento a respeito de notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, em 30/08/2019, sob o título “Oi tem pressa para fechar captação com bancos”.

A notícia informou que a Oi trabalha para fechar, na próxima semana, a escolha da instituição financeira que será responsável por estruturar uma operação de captação de dívida garantida.

 

Além disso, foi dito, na mesma notícia, que diversas instituições financeiras têm se reunido com a direção da companhia com o objetivo de discutir os termos da captação, que provavelmente seria feita no exterior, de modo a garantir maior agilidade.

Dentre as alternativas em discussão, estavam inclusas dívida com garantia lastreada em ativos ou em recebíveis.

Por último, foi veiculado que a movimentação visa viabilizar a operação numa tentativa de suprir, de forma relativamente rápida, as necessidades de financiamento da companhia, sem depender da venda de ativos chave ou de uma nova capitalização.

Contabilidade para Investidores

A Oi, por sua vez, esclareceu que, conforme amplamente divulgado em comunicados ao mercado, a companhia vem trabalhando em diferentes iniciativas para maximização de seu valor e reposicionamento de sua estratégia.

A empresa ressaltou também que está em fase de tratativas com instituições financeiras para engajamento dos assessores que auxiliarão a administração na análise, definição e estruturação dessas iniciativas, além de incluir diversas formas de financiamento adicional previstas em seu Plano de Recuperação Judicial (PRJ).

Dessa forma, a empresa acredita ter o dever de analisar todas as alternativas à sua disposição, inclusive aquelas previstas em determinadas cláusulas do PRJ.

Nesse contexto, a Oi informou que sua administração tem recebido diversas instituições financeiras e outros interessados para discutir alternativas de captação de recursos.

Por outro lado, conforme esclarecido em comunicado ao mercado, divulgado em 16/08/2019, em resposta ao ofício enviado pela B3, a companhia reiterou que seu desempenho operacional se encontra dentro das expectativas, conforme resultado divulgado do segundo trimestre de 2019.

Adicionalmente, a empresa reafirmou o seu compromisso de manter seus acionistas e o mercado informados a respeito dos aspectos relevantes e significativos de seus negócios, bem como reiterou que os investidores e o mercado devem pautar-se somente pelas divulgações oficiais realizadas pela Oi.

Por fim, acreditamos que este não seja o melhor momento para investir na OIBR3, visto o seu processo de recuperação judicial em curso. Além disso, não enxergamos perspectivas de melhora iminente por parte da companhia. Portanto, seguimos de fora do ativo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

4 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Andre Chianca 3 de setembro de 2019

    Obrigado pela reportagem, ajudou muito na minha tomada de decisão.

    Responder
  • Álvaro Lopes 3 de setembro de 2019

    bom dia, tem muitos canais de investimentos apostando em OI e indicando a compra, não muita coisa mais alguma coisa, estou pensando em apostar nisso sabendo dos riscos é claro, pois acredito que se houver um recuperação da empresa os ganhos vão ser bem relevantes. ainda não investi nela mais estou estudando essa possibilidade para um longo prazo. o que a SUNO acha em relação a fazer uma aposta para OI? claro com a venda logo haver uma forte subida?

    Álvaro Lopes – Brasília-DF

    Responder
  • Francisco de Oliveira 3 de setembro de 2019

    Eu venho me programando para atuar com riscos calculados e monitoramento dos gráficos.
    Por tudo que sabemos eu considero a Oi uma boa opção com cautela no percentual de investimento e de olho no PLC 79.

    Responder
  • Renan Mello 3 de setembro de 2019

    O problema da OIBR3 é gestão nada mais do que isso.
    Itaú e Bradesco recomendaram compra… não acredito que instituições como estas viriam a público colocar o deles na reta e perder a credibilidade de anos se não acreditassem no case, lógico… pode dar uma bosta muito grande? Pode mas o risco é proporcional ao ganho… sigo posicionado e acreditando que pelos próximos anos haverão grandes mudanças e com isso posso dar uma turbinada nos investimentos… não é para ser sócio mas certamente para um Swing Trade ou Position Trade vale sim muito a pena.
    Sigo com 1k de ações em busca dos R$ 5,00.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

51 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

Série Guia Suno

3 Livros pelo preço de 1

Aprenda tudo que você precisa saber para começar a investir com a série didática de livros Guia Suno

%d blogueiros gostam disto: