Acesso Rápido

    Radar do mercado: MRV (MRVE3) apresenta seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2019

    Na data de ontem (08), a MRV Engenharia e Participações S.A. apresentou, ao mercado e aos seus acionistas, os resultados referentes ao segundo trimestre de 2019.

    Em seu documento, a empresa apresentou um ROE anualizado de 16%, registrando um aumento de 4,1 pontos percentuais em relação ao 2T18; aumento de 14,6% no lucro líquido; um aumento expressivo da receita operacional líquida (ROL); e recorde de produção, registrando um aumento de 18,9% em relação ao segundo trimestre de 2018.

     

    A respeito da receita operacional líquida, a MRV registrou um aumento de 18,3% no 2T19 em comparação ao mesmo período do ano anterior, sobretudo, devido às vendas líquidas, bem como ao aumento no número de unidades produzidas.

    A margem bruta da companhia sofreu diminuição em 2,6 p.p. quando comparada ao 1S18. Essa diminuição é explicada por um maior rigor na concessão de crédito pelo banco financiador e flexibilização das condições comerciais.

    Vale destacar que a margem bruta pode voltar ao patamar anterior à medida que o cenário macroeconômico comporte um aumento nos preços de venda, que permanecem abaixo do teto em todas as cidades em que a MRV atua.

    Por outro lado, as despesas comerciais da construtora apresentaram redução de 4,2 p.p. no 2T19, em comparação ao 2T18. Essa redução é explicada pelos investimentos em inovação e tecnologia, tais como apartamentos decorados em realidade virtual, chatbot de atendimento de vendas online e stands de vendas móveis.

    A geração de caixa da empresa apresentou o resultado positivo de R$ 68 milhões no 2T19, logo após o resultado negativo de R$ 19 milhões no trimestre anterior.

    Cabe destacar que a construtora apresentou um significativo aumento no volume de lançamentos no 2T19, totalizando uma variação geral de venda (VGV) de R$ 1,8 bilhão, o equivalente a um acréscimo de 65,3% na comparação com o 1T19, e de 5,8% se comparado ao 2T18.

    Com relação à produção mostrada na tabela a seguir, podemos notar uma intensificação no ritmo de produção, expressa pelo aumento de 18,9% no número de unidades produzidas no 2T19 em comparação ao 2T18.

    Os resultados financeiros da construtora mostram que as despesas financeiras apresentaram diminuição de 40,3% no segundo trimestre de 2019, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

    Com relação ao EBITDA, foi apresentado um aumento de 3,8% no 2T19, na base de comparação anual. A margem EBITDA, por sua vez, apresentou um declínio de 2,3 p.p. em relação ao 2T18.

    Adicionalmente, o lucro líquido da companhia foi registrado no patamar de R$ 190 milhões no trimestre, representando um aumento de 14,6% em relação ao 2T18.

    Por fim, acreditamos no potencial de geração de valor da MRV aos seus acionistas no longo prazo, principalmente em face dos resultados apresentados. Entretanto, acreditamos que seu valuation está em um patamar muito elevado, não oferecendo uma margem de segurança para o investimento.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Rômulo Amorim 9 de agosto de 2019

      Sempre preciso e objetivo em suas análises. Parabéns!

      Responder
    • Rafael 9 de agosto de 2019

      Estou com posição montada nessa empresa desde março e vem se apresentando sólida até o momento, continuarei aportando.

      Responder