Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Magazine Luiza (B3: MGLU3) faz oferta para compra da Netshoes (NYSE: NETS)

O Magazine Luiza S.A. informou ontem (29) que celebrou, na mesma data, o “Agreement and Plan of Merger”, que disciplina a aquisição – por incorporação, pela companhia, da totalidade das ações representativas do capital social da Netshoes (Cayman) Ltd por um preço por ação de US$ 2,00, perfazendo um preço total estimado de US$ 62 milhões na transação. Com a implementação da operação, a Netshoes se tornará uma subsidiária do Magazine Luiza, e os seus atuais acionistas receberão o valor de suas ações exclusivamente em dinheiro.

 

Além disso, a companhia comunicou que a conclusão da operação está condicionada à satisfação de determinadas condições precedentes estabelecidas no “Agreement and Plan of Merger”, incluindo, entre outras, sua aprovação pelos acionistas da Netshoes em assembleia geral, de acordo com as leis das Ilhas Cayman, e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Além disso, o Magazine Luiza celebrou com acionistas detentores de aproximadamente 47,9% do capital social da Netshoes o “Voting and Support Agreement”, de maneira que os signatários do acordo se comprometem a votar favoravelmente à operação em questão.

Além do Magazine, B2W e Mercado Livre tinham interesse na Netshoes, mas o Magazine estava com direito de exclusividade nas negociações. Caso a companhia consiga concretizar a operação, ela marcará sua entrada no segmento de vestuário.

A Netshoes abriu seu capital em abril de 2017, na Bolsa de Valores de Nova Iorque, sendo cotada a US$ 18,00 no IPO. Desde então, após apresentar uma série de prejuízos em seus resultados ao longo de vários trimestres, a empresa viu sua cotação despencar para a casa dos dois dólares.

As vendas online da Netshoes foram de R$ 2,5 bilhões nos últimos 12 meses e se comparam às vendas online da Magazine Luiza, de R$ 7,0 bilhões em 2018.

No acumulado de 2018 até setembro, a Netshoes apresentava um prejuízo de R$ 231 milhões e uma dívida líquida de R$ 144,2 milhões. A receita líquida no período sofreu queda de 1,7%, quando comparada com o mesmo período do ano anterior, fechando em R$ 1,2 bilhão.

Na noite de ontem (29), a Netshoes publicou seus resultados referentes ao quarto trimestre de 2018. O prejuízo da companhia registrou crescimento de 81,7%, para R$ 90,3 milhões na comparação anual. O EBITDA, por sua vez, foi negativo em R$ 66 milhões, avanço de 401,3% na comparação anual.

No mais, a Netshoes é uma empresa especializada em artigos esportivos, sendo mais uma iniciativa da varejista Magazine Luiza para ampliar sua participação de vendas no ambiente virtual, buscando entrada em novos segmentos. Assim, após tantos prejuízos acumulados, a venda configura uma das melhores saídas possíveis para a Netshoes, em sua conjuntura atual.

Diante da notícia, a cotação da Netshoes na Bolsa de Nova Iorque fechou o dia de ontem num patamar que representa uma alta de cerca de 25% em relação ao mínimo dos últimos 5 dias.

No mais, acreditamos que o Magazine Luiza será capaz de gerar bons frutos a partir de sua nova subsidiária caso a transação seja concluída. No entanto, achamos prudente permanecer fora do papel, uma vez que há um risco associado que, aliado ao valuation de MGLU3 que não consideramos atrativo, diminui ainda mais nossa margem de segurança para o investimento.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

181 artigos
Ações

FIIs

48 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente