Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Log CP (LOGG3) comunica decisão de cisão parcial

Na data de ontem (09), a Log Commercial Properties e Participações S.A. comunicou, ao mercado e aos seus acionistas, que o seu Conselho de Administração aprovou a convocação de Assembleia Geral Extraordinária para decidir sobre a cisão de empresas que compõem o grupo.

Na reunião, foi discutida a cisão parcial da empresa Contagem I SPE Ltda., com sede na cidade de Contagem, Estado de Minas Gerais.

Também foi discutida a cisão parcial da empresa Goiânia I Incorporações Imobiliárias SPE Ltda., sediada na cidade de Goiânia, Estado de Goiás.

 

E, por último, a cisão da empresa Log Viana I Incorporações SPE Ltda, com sede na cidade de Viana, Estado do Espírito Santo.

Além disso, foi tratado a respeito da versão das parcelas cindidas das SPEs, conforme laudo de avaliação encaminhado à Log, bem como os termos e condições do “Instrumento Particular de Protocolo e Justificação de Cisão Parcial” das SPEs.

No mesmo comunicado, foi destacado que a SPE Contagem I atua nas atividades de administração de bens próprios, prestação de serviços de engenharia e de construção de imóveis residenciais e/ou comerciais, na incorporação, construção e locação de imóveis próprios e de terceiros, residenciais ou comerciais, entre outras atividades.

E-book - Investindo em Fundos Imobiliários

Por outro lado, a SPE Goiânia I e a SPE Viana têm, como objetivo social, a incorporação, construção, comercialização, locação e a prática de todas as atividades correlacionadas, inclusive a administração de bens próprios.

Adicionalmente, a Log comunicou que a cisão parcial não resultará em nenhum benefício fiscal, incluindo ágio, para as partes. Além disso, os custos de realização estão estimados em R$ 300 mil, incluindo as despesas com publicações, auditores, avaliadores, advogados e demais profissionais contratados para assessoria na cisão parcial.

A empresa também entende que não haverá riscos de natureza operacional, comercial, financeira, contratual ou tecnológica em decorrência da Cisão Parcial.

Por último, a Log informou que, de acordo com a legislação em vigor, não há direito de recesso para os atuais acionistas, considerando que a companhia é titular, direta e indiretamente, da totalidade das cotas de emissão das sociedades cindidas, sendo que a deliberação sobre a cisão nestas sociedades ocorrerá por unanimidade de votos.

A Log é uma empresa que atua na construção, incorporação, comercialização e gestão de propriedades comerciais, como condomínios logísticos, loteamentos industriais, shopping centers e strip malls.

Sua atuação tem início na prospecção das localizações mais estratégicas para potencializar o sucesso de seus empreendimentos.

A empresa também trabalha em busca de geração de valor agregado, inovação, sustentabilidade e métodos de redução de prazos e custos, visando otimizar os resultados de clientes, investidores e acionistas.

Por fim, acreditamos que a Log apresenta um bom potencial para geração de valor, no longo prazo, aos seus acionistas.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

205 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente