Por: Tiago Reis

Radar do Mercado: Itaúsa (ITSA4) – Companhia anuncia importante aumento de dividendos

A Itaúsa – Investimentos Itaú – comunicou ontem (13) ao mercado que o seu Conselho de Administração, em reunião realizada na véspera, aprovou a elevação do valor do dividendo trimestral, de R$ 0,015 para R$ 0,02 por ação, a partir do pagamento que será efetuado em 02 de janeiro de 2019, por conta do dividendo obrigatório de 2018, tendo como base de cálculo a posição acionária final do próximo dia 30.

“Essa elevação representará incremento de 33,3% nos dividendos pagos trimestralmente aos acionistas”, finalizou a Itaúsa em seu comunicado.

 

A Itaúsa é uma holding de muito sucesso no Brasil, e carrega consigo o mérito de ter uma relevante participação societária em um dos bancos mais rentáveis do planeta, o Itaú Unibanco.

O referido anúncio da elevação no pagamento dos dividendos trimestrais pode ser interpretado como uma boa notícia para seus acionistas e segue dentro do esperado pela companhia, que, historicamente, apresenta um aumento interessante de volumes pagos por ano.

Neste sentido, é importante destacar que o Itaú apresenta uma parcela importantíssima do portfólio da Itaúsa, isto por que, em relação aos proventos pagos pela holding, grande parte desse montante é proveniente também do pagamento direto e indireto de dividendos pelo Itaú Unibanco.

Ainda em relação à Itaúsa, é interessante adicionar que, no dia de ontem, a Duratex (companhia que faz parte do portfólio de empresas da Itaúsa) comunicou ao mercado que promoverá as seguintes alterações na composição de sua Diretoria:

– A Sra. Andrea Freire Hoppe Martins assumirá a Diretoria Comercial da Unidade de Negócios Deca, no início de dezembro;

– A atual Gerente de Desenvolvimento Organizacional, Sra. Glizia Maria do Prado, assumirá a Diretoria de RH em substituição à Sra. Maria Julieta Pinto Rodrigues Nogueira, que terá seu contrato rescindido no final de dezembro; e

– O atual Diretor de TI e Negócios Digitais, Sr. Marcelo Tahara Koji, será desvinculado da companhia no mês de janeiro/2019;

No que diz respeito a Duratex, em si, entendemos que a companhia depende muito da performance do setor de construção civil que, como se sabe, vem apresentando certa dificuldade com o cenário político e econômico brasileiro dos últimos anos, apesar de um gradual princípio de recuperação ter sido observado ao final do ano de 2017.

É claro que, com a melhoria da conjuntura como um todo, que segue num caminho de retomada, esse setor de atuação tende, também, a acompanhar o otimismo do mercado.

Porém, como os produtos da Duratex são geralmente utilizados na fase final de acabamento das obras, entendemos que deva demorar um certo tempo a mais para que esse segmento, de fato, volte a se consolidar na economia.

É interessante lembrar, conforme citado anteriormente, que a Itaúsa detém participação relevante na composição acionária da companhia, possuindo 40% de participação no negócio.

Dessa forma, nossos assinantes que seguem nossas recomendações, indiretamente também possuem uma fatia da Duratex no seu portfólio através dessa holding que, diga-se de passagem, possui uma equipe de gestão muito competente e que entendemos que possa vir a fazer um trabalho a médio-longo prazo interessante na Duratex, no que diz respeito à sua performance e geração de valor para seus acionistas.

Gostamos muito da Itaúsa, a qual recorrentemente, inclusive, a citamos amigavelmente como sendo a “Berkshire Hathaway brasileira”.

Seguimos com a companhia em nossas carteiras Suno Valor e Suno Dividendos e, como sempre, solicitamos a nossos assinantes que respeitem o preço teto de entrada neste excelente ativo de alto valor agregado.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

330 artigos
Ações

FIIs

50 artigos
FIIs

Clube Exclusivo Suno

Small Caps

Pequenas em capitlização, gigantes em potencial.

Conheça o Clube Suno Small Caps e receba recomendações das melhores Small Caps para você investir na Bolsa de Valores.