Acesso Rápido

    Radar do Mercado: PetroRio (PRIO3) comunica ingresso em índice da B3 e atualiza sobre hedges

    Radar do Mercado: PetroRio (PRIO3) comunica ingresso em índice da B3 e atualiza sobre hedges

    A Petro Rio S.A. (PetroRio) comunicou ao mercado e aos seus acionistas que, em 06 de janeiro de 2020, as suas ações passam a integrar a carteira IBXX (Índice IBr-X-100), composto pelas 100 companhias mais negociadas na Bolsa de Valores brasileira (B3).

    De maneira geral, os índices têm o objetivo de avaliar o desempenho e a valorização das companhias listadas, oferecendo uma visão segmentada do mercado acionário, medindo o comportamento das ações mais representativas.

    Sobre a inclusão no IBrX-100, a PetroRio comunicou que a entrada em novos índices é resultado de intenso trabalho em ampliar a sua participação, relevância e exposição no mercado.

    Além disso, a inclusão no índice aumenta a visibilidade da empresa, permitindo a procura de PRIO3 por um maior número de fundos de investimento.

    A PetroRio também aproveitou o comunicado para atualizar os seus acionistas a respeito das posições de hedge contratadas com a finalidade de proteger a margem e o fluxo de caixa operacional, em função do preço do petróleo tipo Brent.

    Aproveitando a alta dos preços das commodities, a empresa contratou puts –instrumentos financeiros para a proteção de um bem a um determinado preço –  cobrindo o equivalente a 2,8 milhões de barris de petróleo para o 1º semestre de 2020.

    Dessa maneira, a empresa fixou o preço mínimo de R$ US$ 65 por barril para esse volume, o que compreende 100% dos acordos de retirada ordenada da produção de petróleo (offtakes) para o primeiro trimestre de 2020 e 50% dos offtakes do segundo trimestre de 2020.

    Por último, a PetroRio destacou que as operações de hedge contratadas historicamente adicionam valor para seus acionistas e que seguirá atenta às oportunidades nos próximos meses, mantendo o mercado atualizado.

    Cabe destacar que a PetroRio é uma das maiores empresas independentes de produção de óleo e gás natural do Brasil.

    A empresa busca o aumento da produção por meio da aquisição de novos ativos em produção, re-exploração, maior eficiência operacional e redução dos custos de produção e das despesas corporativas.

    No último ano, as ações da empresa tiveram uma valorização acumulada de 216%, ante a variação de cerca de 33% do Ibovespa no mesmo período.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *