Por: Tiago Reis

Radar do Mercado: Petrobras (PETR4) reporta o maior lucro da história da estatal

  • Lucro líquido foi de R$ 8,15 bilhões no quarto trimestre de 2019, ante R$ 2,1 bilhões no mesmo período de 2018 (+ 287%); já o lucro líquido anual de 2019 ficou em R$ 40,1 bilhões, alta de 55,7%, ante os R$ 25,8 bilhões de 2018.
  • O Ebitda ajustado somou R$ 36,53 bilhões entre outubro e dezembro, alta de cerca de 25% ante o mesmo período de 2018.

Um dos fatores que ajudou a companhia a registrar o lucro recorde foram os desinvestimentos. Em 2019, a Petrobras se desfez de uma série de ativos. Ao todo, esses desinvestimentos somaram US$ 16,3 bilhões. A companhia vendeu o controle da BR Distribuidora e se desfez da TAG Investimentos, por exemplo.

Em nota, a Petrobras explica que, depois de anos de estagnação, a produção de petróleo e gás da estatal superou a marca de 3 milhões barris por dia.

O custo médio de extração na base caixa atingiu US$ 6,5 por barril no quarto trimestre de 2019, caindo em US$ 3,0 em relação ao início de 2018. As operações no pré-sal, com custo da ordem de US$ 3 por barril, deram contribuição relevante para a queda do custo médio total.

No ano passado, a dívida bruta foi de US$ 87,121 bilhões, um crescimento de 3,27% na comparação com 2018.

A remuneração aos acionistas sob a forma de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) foi no valor de R$ 10,6 bilhões, equivalente a R$ 0,73 por ação ordinária e R$ 0,92 por ação preferencial em circulação.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Patricis 20 de fevereiro de 2020

    A receita nao recorrente da empresa foi de

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

209 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​