Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Moura Dubeux (MDNE3) divulga prévia operacional

    Radar do Mercado: Moura Dubeux (MDNE3) divulga prévia operacional

    A Moura Dubeux Engenharia divulgou sua prévia operacional para o segundo trimestre de 2020. O que se pode notar é que a companhia apresentou resultados bastante inferiores nesse primeiro semestre do ano em relação ao primeiro semestre do ano passado.

    Tal situação pode ser entendida em razão da forte influência da Covid-19 sobre o setor de construção e incorporação.

    Em primeiro lugar, pode-se destacar o plano de lançamentos da companhia para o ano de 2020, o qual foi postergado para o terceiro trimestre do ano por conta da pandemia.

    No que diz respeito ao volume de vendas e adesões brutas (Vendas Brutas Contratadas e Valor total aderido a condomínios), o do 2T20 atingiu R$ 92 milhões, o que representa um avanço de 18,9% em relação ao 1T20.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Entretanto, nesse primeiro semestre do ano, o indicador ficou em R$ 169 milhões, uma queda de 64,3% se comparado com os R$ 472 milhões auferidos no mesmo período do ano passado.

    Se analisarmos os distratos da companhia, é importante ressaltar que, a partir do 2T20, a empresa deu início ao processo de aceleração dos distratos de unidades referentes ao legado pré-IPO.

    Assim, no 2T20, o total de distratos foi de R$ 76 milhões. Deles, R$ 15 milhões foram distratos correntes, e R$ 61 milhões, provenientes do legado.

    Já o VSO bruto da companhia nos últimos 12 meses foi de 42,9%, o que representa uma queda de 3,4 p.p. na comparação anual e de 5,4 p.p. na comparação com o 1T20.

    Por outro lado, deve-se destacar que o VSO bruto da Moura Dubeux no trimestre foi de 10,4%, 2 p.p. superior ao do trimestre anterior e 10 p.p. inferior ao do mesmo período do ano passado.

    Por fim, a companhia concluiu três projetos nesse segundo trimestre: dois na cidade de Salvador (BA) e um em Maceió (AL). Com isso, totaliza um VGV bruto de R$ 304 milhões no lançamento.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *