Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Minerva (BEEF3) tem nota de rating elevada pela Fitch Ratings

    Radar do Mercado: Minerva (BEEF3) tem nota de rating elevada pela Fitch Ratings

    Na quarta-feira (07/10), a Minerva comunicou que a Fitch Ratings elevou para “BB” sua nota de risco na escala internacional e para “AA” na escala nacional, com perspectiva estável.

    Segundo o relatório publicado pela Fitch, a elevação da classificação de rating da companhia reflete seu reduzido nível de alavancagem e o sólido perfil dos negócios, como efeito da consistente geração de caixa livre e da forte posição de liquidez da Minerva.

    No 2T20, a companhia havia divulgado um lucro líquido de R$ 253,4 milhões, revertendo prejuízo de R$ 113,3 milhões no mesmo período do ano anterior.

    Já o Ebitda consolidado da Minerva atingiu R$ 590,2 milhões no segundo trimestre deste ano, apresentando crescimento de 62,2% em comparação com o mesmo período do ano passado.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Na segunda-feira (05/10), a empresa havia anunciado um programa de recompra de ações de até 20 milhões de ações ordinárias.

    O montante corresponde a aproximadamente 3,6% do total de ações de emissão da companhia e, somado às ações atualmente em tesouraria, a até 10% das ações de emissão da companhia em circulação após a realização da totalidade das aquisições previstas.

    Além disso, o programa terá duração de 18 meses, com término previsto para abril de 2022.

    “O objetivo da empresa na execução do programa de recompra é incrementar a geração de valor para seus acionistas em razão do desconto atual das ações no mercado”, afirma a companhia.

    A estratégia, bem-vista no mercado, é uma forma de remunerar o acionista com vantagens tributárias.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *