Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Localiza (RENT3) anuncia combinação de negócios com a Unidas

    Em comunicado, a empresa anunciou um acordo de incorporação de ações por meio do qual ocorrerá a combinação dos negócios das companhias mediante a incorporação de ações da Unidas pela Localiza.

    Segundo as empresas, a transação resultará na união de acionistas que são referência e têm longa experiência na indústria; na combinação de talentos para prover soluções inovadoras em mobilidade; e na criação de um player com escala global, comprometido com os mais altos níveis de governança e com ambição para prover a melhor experiência do cliente, aumentando o acesso da população e de empresas ao aluguel de carros.

    “A criação desta nova empresa com frota de 470 mil carros resultará em ganhos de sinergia na compra de carros novos e menores despesas gerais e administrativas, que em nossa opinião não se refletem no atual preço das ações”, completa.

    E-book: Investindo em REITs

    Baixe gratuitamente o nosso ebook sobre REITs e aprenda tudo sobre os Real Estate Investment Trusts!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Com base na relação de troca – negociada entre partes independentes – e considerando as premissas previstas no acordo, os acionistas da Localiza passariam a deter, em conjunto, 76,85000004% do capital social total e votante da companhia combinada. Os então acionistas da Unidas passariam a deter, em conjunto, 23,14999996%.

    A Localiza explica que a relação de troca será ajustada por eventuais desdobramentos, grupamentos e bonificações em ações de ambas as empresas.

    A companhia consolidada teria uma frota de 490.949 veículos e receita líquida de R$ 14,8 bilhões, com lucro líquido de R$ 1,18 bilhão e Ebitda de R$ 3,47 bilhões.

    Além disso, a Unidas ainda poderá distribuir dividendos de até R$ 425 milhões a seus acionistas, se observadas determinadas condições. Eles serão pagos em até 90 dias depois da consumação da incorporação das ações.

    Os próximos passos da negociação incluem a convocação de uma assembleia de acionistas para votar a fusão e a aprovação do Cade.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *