Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Ferbasa (FESA4) adota pacote de medidas para mitigar impactos do Coronavírus

    A Ferbasa anuncia ao mercado um pacote de medidas para mitigar os efeitos negativos provocados pelo novo Coronavírus, que tem afetado vários setores da economia mundo afora. A companhia reforça que mantém todas as suas atividades em plena normalidade.

    • Não foram observadas alterações relevantes nas cadeias de suprimentos e venda de produtos. Dada a imprevisibilidade causada pela pandemia, a empresa monitora dia a dia os impactos da doença em sua operação.

    A Ferbasa compartilha seu pacote de medidas para atenuar os impactos do Coronavírus, confira abaixo:

    • Gestão de crise: acionamento do Comitê de Crise, contemplando avaliações diárias da evolução do cenário pela diretoria executiva.
    • Comunicação: implementação de uma campanha de informação para todo o Grupo Ferbasa, contendo orientações sobre as medidas de prevenção para a proteção das pessoas.
    • Afastamento: afastamento da atividade presencial de colaboradores com idade superior a 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas previamente identificadas pelo serviço médico da empresa.
    • Deslocamento de pessoas: suspensão de todas as viagens a trabalho, nacionais e internacionais, assim como a minimização dos deslocamentos entre as unidades operacionais da companhia. As viagens particulares foram fortemente desaconselhadas.

    E-book: 10 Perguntas e Respostas sobre o IR na Bolsa

    Chega de dúvidas! Conheça a resposta das 10 perguntas mais comuns dos investidores sobre o Imposto de Renda na Bolsa de Valores.

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    • Agrupamento de pessoas: limitação das reuniões presenciais a, no máximo, 6 participantes. Intensificação da utilização dos recursos tecnológicos de áudio e videoconferência para a realização de reuniões, inclusive, junto a clientes, fornecedores e demais partes interessadas.
    • Racionalização da jornada de trabalho: manutenção de um contingente mínimo de colaboradores administrativos nas dependências da empresa. Para tanto, adoção do sistema de rodízio e de teletrabalho.
    • Reforço da higienização: ampliação das ações de higienização de maçanetas, corrimãos, botoeiras e aparelhos de ar condicionados, veículos e equipamentos de transporte da companhia.
    • Confirmação de contato com o vírus: adoção de protocolo com entrada em quarentena (7 dias), realização do exame diagnóstico e avaliação pelo serviço médico da Ferbasa para pessoas com sintomas da virose ou que tenham declarado contato com pessoas cuja contaminação tenha sido confirmada.

    Para a Ferbasa, o último trimestre de 2019 apontou um desempenho abaixo do esperado para a economia brasileira. Com a chegada do Coronavírus neste ano, as perspectivas de crescimento da economia mundial estão sendo revistas para baixo. A redução no fluxo de pessoas e mercadorias e a diminuição da atividade industrial chinesa têm provocado estragos nas cadeias produtivas globais.

    Além disso, o dólar valorizado tem pressionado os custos de muitos insumos importados. Para a Ferbasa, o principal vetor de crescimento de resultados segue sendo a recuperação da indústria siderúrgica de aço inox, que por sua vez depende do crescimento da atividade de construção civil, eletrodomésticos, automobilística e da indústria em geral.

    Acreditamos que o Coronavírus poderá atrapalhar a velocidade desta retomada, mas não a tendência. Os volumes vendidos no mercado interno de ferrocromo estão abaixo dos níveis de 2009 e 18% abaixo da média de 2010-2018. Existe a possibilidade remota de a companhia aumentar suas vendas no mercado doméstico, já que as exportações chinesas estão diminuindo em decorrência da parada das fábricas e restrições no comércio internacional.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *