Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Engie (EGIE3) – BNDES aprova financiamento de R$ 1,2 bilhão para projeto de energia eólica

    Radar do Mercado: Engie (EGIE3) – BNDES aprova financiamento de R$ 1,2 bilhão para projeto de energia eólica
    • O BNDES aprovou o financiamento de R$ 1,2 bilhão para o Conjunto Eólico Campo Largo – Fase 2, com prazo de amortização de 220 meses. O início da operação completa está previsto para 2021.
    • O projeto tem capacidade para gerar energia e atender 850 mil domicílios de Umburanas e Sento Sé, municípios da Bahia.
    • O investimento total do projeto chega a R$ 1,6 bilhão.
    • A fase 2 do Conjunto Eólico já está em construção, com 361,2 megawatts (MW) de capacidade instalada.
    • Segundo o BNDES, o projeto vai se beneficiar da sinergia das estruturas já existentes, como a subestação e a linha de transmissão implementadas para atender os Conjuntos Eólicos Campo Largo – Fase 1 e Umburanas – Fase 1, que totalizam 686,7 MW de capacidade instalada.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Campo Largo 2

    O Campo Largo 2 abrange Umburanas e Sento Sé (Bahia) e terá com uma capacidade instalada de 361,2 MW. Sua implantação foi viabilizada por mais de 60 contratos firmados com clientes do mercado livre.

    Gralha Azul

    Com obras no Paraná, o Gralha Azul terá 15 trechos de linhas de transmissão, totalizando 1 mil km de extensão e interligando 10 subestações: 5 novas e 5 ampliações.

    O valor do financiamento é de R$ 1,4 bilhão, com prazo de amortização de 246 meses.

    O prazo para o início da operação é até março de 2023, mas a companhia espera reduzir a data limite em, no mínimo, 12 meses.

    “Esses dois financiamentos são fruto do trabalho de equipe de diversas áreas da Engie e do BNDES, que, em espírito de comprometimento e entrega, conseguiram colocar em pé dois financiamentos importantes, mesmo nessa situação difícil que estamos passando diante da influência da pandemia”, disse Eduardo Sattamini, diretor-presidente da Engie Brasil.

    A Engie Brasil é a maior produtora privada de energia elétrica do Brasil, com capacidade instalada própria de 10.211 MW em 61 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade do país. A empresa tem quase 90% de sua capacidade instalada no país proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de gases de efeito estufa, incluindo usinas hidrelétricas, eólicas, solares e biomassa.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *