Por: Tiago Reis

Radar do Mercado: Engie (EGIE3) aumenta sua participação na TAG

Na segunda-feira (20/07), a Engie Brasil Energia assinou um contrato, junto de outras companhias, para a aquisição da participação minoritária de 10% da Petrobras na Transportadora Associada de Gás (TAG).

A aquisição da participação acionária de 10% pelos compradores seguiu de maneira proporcional à participação deles na TAG. Dessa forma, a Engie adquiriu 3,25%; a GDF Internacional, 3,25%; e a Caisse de dépot et placement du Québec (CDPQ), 3,5%.

Com a operação, a Petrobras deixa de integrar o quadro acionário da TAG. Assim, a nova disposição desse quadro é apresentada a seguir.

A operação de aquisição dos 10% de participação da Petrobras custou pouco mais de R$ 1 bilhão e foi paga pelos compradores na data de assinatura do contrato (20/07). À Engie, coube o pagamento de cerca de R$ 327,1 milhões referentes à participação de 3,25%.

A história da Engie com o setor de gás natural teve início em junho de 2019, quando a companhia concluiu a compra de 29,25% da TAG. Tal estratégia de entrada no segmento se mostrou bastante interessante à medida que um complemento de suas receitas foi configurado.

Se analisarmos o desempenho do Ebitda da Engie no primeiro trimestre desse ano, podemos perceber que houve um impacto positivo da ordem de R$ 103 milhões em razão da equivalência patrimonial da TAG. O valor representou aproximadamente 7,8% do Ebitda da companhia no período.

Um fato interessante de se notar é que a Engie também tem entrado no setor de transmissão de energia – movimento iniciado em 2017, com a aquisição de cerca de 1.000 km em linhas de transmissão no Paraná. Recentemente, venceu uma licitação para a construção de uma rede de transmissão de 1.800 km no Norte do país.

Assim, apesar de sua principal fonte de receitas ser a geração de energia, a Engie tem adentrado os setores de gás natural e de transmissão de energia, o que tem sido muito interessante para complementar suas receitas.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

3 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Geraldo 21 de julho de 2020

    Cada vez mais a Engie tem mostrado sua eficiência e qualidade no seu modelo de negócio.

    Responder
  • Marcos Antonio de Oliveira 24 de julho de 2020

    É o capital estatal francês engolindo o capital estatal tupiniquim. O PT deve estar comemorando, quebraram a PeTrobrás..,

    Responder
  • Henrique 26 de julho de 2020

    Já estava pensando em investir na empresa, agora mais ainda, agradeço a Suno
    Research pelas dicas aqui postas.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

Frame

NÃO VÁ EMBORA AINDA...

Inscreva-se e receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!