Acesso Rápido

    Radar do Mercado: Duratex (DTEX3) anuncia cisão parcial e incorporação

    Radar do Mercado: Duratex (DTEX3) anuncia cisão parcial e incorporação

    Nesta sexta-feira, 27 de dezembro, a companhia anunciou a convocação de Assembleia Geral dos Acionistas para o dia 31 de janeiro de 2020. O objetivo da assembleia é a aprovar a cisão parcial da Duratex Florestal Ltda. e a incorporação da parcela cindida pela Companhia.

    Recentemente, foi noticiada a sua inserção no mercado de celulose em associação com a Lenzing AG por meio de uma joint venture para a produção e comercialização de celulose solúvel. Com isso, a nova companhia se situará na região do triângulo mineiro e terá capacidade de produção anual de 500 mil toneladas do produto.

    Entretanto, para a realização do projeto, a companhia terá de ser reorganizar societariamente, com o objetivo de contribuir com os ativos florestais excedentes em aumento de capital na nova companhia. De modo que tal etapa é importante na operação de Cisão Parcial e Incorporação da Subsidiária Duratex Florestal.

    Vale ressaltar que a Cisão e a Incorporação serão implementadas sem diluição de capital da companhia. Além disso, uma vez a empresa titular da totalidade do capital social da Duratex Florestal, a operação não aumentará a exposição de risco da companhia ou da Duratex Florestal, e não impactará os riscos dos investidores nas suas atividades e nos seus valores mobiliários.

    A empresa, atualmente, possui 17 unidades no Brasil e três unidades industriais na Colômbia, com filiais nas principais cidades brasileiras e subsidiárias nos Estados Unidos, Bélgica, Peru e Uruguai. O seu campo de atuação é na área de produção de painéis de madeira (Divisão Madeira), louças e metais sanitários (Divisão Deca) e Divisão de revestimentos cerâmicos.

    Por outro lado, a Duratex Florestal possui cerca de 272 mil hectares onde maneja plantações florestais de eucalipto e pinus e mantém áreas de conservação com formações vegetais nativas. Essa área é integrada por fazendas em São Paulo, região do Triângulo Mineiro e no Rio Grande do Sul. Os ativos florestais têm o objetivo de abastecimento de madeira e matéria-prima à companhia na industrialização de painéis de MDF, MDP e laminados.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • JOSE RUBENS 30 de dezembro de 2019

      Gostaria que a Suno nos informassee como ficará a situação dos possuidores de Ações da Duratex após a cisão parcial da Duratex Florestal e a incorporação da parcela cindida pela Companhia, após a Assembleia Geral dos Acionistas
      a se realizar em 31 de Janeiro de 2020 ou se nao impactara em nada os acionistas da Duratex.

      Responder
    • Helio Touriel 2 de janeiro de 2020

      Muito boa informação sobre duratex parabéns pelo trabalho de ajudar os pequenos acionistas a entender em o que estão investindo

      Responder
    • Helio Touriel 2 de janeiro de 2020

      Muito boa analise da empresa parabéns pelo excelente trabalho de orientação ao pequeno e medio investidor

      Responder