Acesso Rápido

    Radar do Mercado: CR2 (CRDE3) divulga resultado do 4T19

    Radar do Mercado: CR2 (CRDE3) divulga resultado do 4T19

    Na sexta-feira (27), a companhia divulgou seus resultados para o 4T19 com vários destaques financeiros. Dentre eles, o caixa positivo em R$ 61,2 milhões, a dívida corporativa zerada, a geração positiva de caixa de R$ 34,2 milhões no trimestre e a saída do Novo mercado com redução de capital social.

    Além disso, a companhia apresentou uma redução de R$ 1,8 milhão em vendas contratadas líquidas de distratos se comparado ao mesmo período do ano anterior. No documento, a empresa explica que a situação é decorrente do cenário difícil no setor da construção civil.

    Com isso, a CR2 passou a focar seus esforços na monetização dos ativos, principalmente na venda das unidades em estoque. Dessa maneira, vem reduzindo trimestralmente o estoque disponível para venda.

    Entretanto, a redução dos estoques influencia diretamente o volume de vendas, implicando a redução verificada no trimestre.

    Em relação ao estoque de valor de mercado, o 4T19 apresentou um aumento de 70% em relação ao 4T18, anotando R$ 5,1 milhões. Assim, manteve o patamar do 3T19, que foi de R$ 5 milhões.

    Já o Contas a Receber de Clientes encerrou o trimestre em R$ 15 milhões, uma redução de 13% em relação ao 4T18. Em dezembro de 2019, a empresa finalizou a negociação de adiantamento de recebíveis da venda de um terreno, informado no 1T19, que resultou na redução de 67% em relação ao 3T19.

    Com isso, o valor dos recebíveis mais os estoques na comparação com o 4T18 sofreu uma redução de 13%.

    Por fim, em relação ao seu banco de terrenos, a companhia destacou que seu principal terreno no Land Bank é o Cidade Paradiso, que representa 96% do seu book value. Ainda no trimestre, foi alienada a totalidade das cotas da SPE a qual estava associada parte do terreno Sta. Cecília – Madureira. Com isso, foi efetuada a baixa no estoque do valor da fração equivalente do terreno.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *