Acesso Rápido

    Radar do Mercado: C&A Modas (CEAB3) inaugura nova loja

    Radar do Mercado: C&A Modas (CEAB3) inaugura nova loja

    A companhia anunciou ao mercado a abertura de uma nova loja, situada no Distrito Federal. O local escolhido foi o Águas Claras Shopping, o maior shopping da cidade, com ABL de 6.556 m2. O empreendimento está localizado em uma região de alto poder aquisitivo, com alta concentração de servidores públicos.

    A nova loja da C&A dispõe de mais de 2mil m2 e, nas palavras da área de Relações com Investidores, “proporciona uma experiência fluida, ágil e agradável com ambientes modernos e intuitivos”.

    A unidade também conta com a Área de Beleza, que comercializa desde roupas até itens como acessórios, perfumes e maquiagens.

    E-book: 10 livros que todo investidor deveria ler

    Conheça os 10 livros de investimentos e finanças mais importantes e amplie seus conhecimentos como investidor!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O ponto desfruta da presença de uma urna do Movimento ReCiclo, já disponível em mais de 150 lojas da C&A, que oferece aos clientes e demais um lugar para descartar roupas usadas. As roupas em boas condições são reencaminhadas para doação. A instituição que recebe os itens é o Centro Social Carisma, em Osasco (SP).

    As peças em más condições são levadas ao processo de manufatura reversa, onde se reaproveitam botões e zíperes. Os tecidos são desfibrados e transformados em insumos para indústrias, em especial a automotiva.

    Com a loja em operação, a companhia totaliza 291 unidades espalhadas por todo Brasil. Além da abertura de novos pontos, a C&A tem priorizado o fortalecimento de sua plataforma de e-commerce. No 2T20, ela executou o piloto da estratégia de vendas por WhatsApp, além de Clique e Retire Drive-Thru, entre outras alternativas ofertadas ao cliente.

    A companhia também implementou uma solução de self-checkout, que ainda está em fase de testes. A C&A e outras varejistas concorrentes estão realizando esforços para o ganho de market share no e-commerce, uma consequência inevitável da modernização do setor, acelerada pela pandemia.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *