Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Centauro (CNTO3) faz oferta para compra da Netshoes

O Grupo SBF S.A., dono da rede de lojas Centauro, informou ontem (23) aos seus acionistas e ao mercado em geral que apresentou proposta concorrente para aquisição da Netshoes, da ordem de US$ 87 milhões.

A Centauro afirma que tomou o conhecimento, em 29 de abril de 2019, da celebração pelo Magazine Luiza (MGLU3) e pela Netshoes do “Agreement and Plan of Merger”, que contempla a aquisição, pelo Magazine Luiza da totalidade das ações da Netshoes, por um preço unitário de US$ 2,00, totalizando aproximadamente US$ 62 milhões.

 

Deste modo, em 2 de maio de 2019, o presidente de seu Conselho de Administração convocou reunião extraordinária do Conselho para solicitar à Diretoria que realizasse análise sobre os negócios da Netshoes, a fim de avaliar uma potencial transação estratégica.

Em 22 de maio, houve outra reunião para seguir com a deliberação do tema em questão. A companhia acredita que isso beneficiará sua estratégia de crescimento de plataforma digital impulsionada pela multicanalidade. Além disso, é um caminho vantajoso sob o ponto de vista da possibilidade de reduzir a concentração na moda esportiva, oferecendo um portfólio mais amplo que possibilite aumento na base de clientes.

Além disso, a empresa alega ter identificado mecanismo que regula a possibilidade de apresentação por qualquer terceiro de proposta concorrente ao quadro de diretores (board of directors) da Netshoes, que são obrigados a avaliar a proposta de aquisição apresentada de boa-fé por terceiros interessados antes da realização da Reunião Especial de Acionistas da Netshoes, reunião na qual seria deliberada a venda da empresa para o Magazine.

A proposta em questão deve contemplar uma transação capaz de ser consumada prontamente e que seja mais favorável aos acionistas da Netshoes, sob a ótica financeira. Deste modo, a Centauro fez proposta de US$ 2,80 por ação, perfazendo um volume financeiro total de aproximadamente US$ 87 milhões, o que representa um prêmio de 40% sobre a proposta do Magazine Luiza.

A Centauro diz existir “financiamento aprovado por instituições financeiras de primeira linha em condições razoáveis e montante suficiente para subsidiar potencial aquisição da totalidade das ações da Netshoes”.

Vale ressaltar que o Magazine Luiza também publicou ontem (23), via fato relevante, que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE, publicou na mesma data o despacho da Superintendência Geral que aprovou a compra da Netshoes sem restrições.

No mais, acreditamos que haveria bom ganho de escala para a Centauro, pois novos contratos seriam incorporados, e passaria de uma receita líquida de R$ 2,3 bilhões ao ano para R$ 4,1 bilhões, ao se somar com os R$ 1,8 bilhão de receitas da Netshoes (como realizado no ano de 2018).

Entretanto, acreditamos que que seu valuation se encontra muito pouco atrativo, adicionalmente existem oportunidades melhores no setor em que a Centauro participa. Não obstante, neste momento muitas incertezas permeiam o papel, de modo que há alta incidência de atividades especulativas sobre ele. Sendo assim, permanecemos de fora de CNTO3.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Douglas Felipe Barbosa 24 de maio de 2019

    Será que a MGLU3 aumenta a proposta inicial?

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!