BEEF3
Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Minerva (BEEF3) esclarece notícia veiculada na imprensa sobre IPO da Athena Foods

Na data de ontem (07) a Minerva S.A. apresentou ao mercado e aos seus acionistas os esclarecimentos a respeito de notícia veiculada na imprensa, conforme solicitação por ofício da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão.

O ofício solicitava esclarecimento a respeito de notícia veiculada pelo jornal Valor Econômico, em 04/10/2019, sob o título “China faz Minerva Foods deixar IPO no Chile em segundo plano”.

Na notícia, consta a informação de que a abertura de capital que ocorria na bolsa de Santiago (Chile) e chegou a ser prevista para setembro, foi suspensa à luz das incertezas políticas provocadas pelas eleições presidenciais na Argentina, principal país de atuação da Athena Foods, sua subsidiária.

E-book: 10 Perguntas e Respostas sobre o IR na Bolsa

Chega de dúvidas! Conheça a resposta das 10 perguntas mais comuns dos investidores sobre o Imposto de Renda na Bolsa de Valores.

Para o caixa da Minerva, a operação poderia render cerca de 1 bilhão, o que ajudaria no processo de desalavancagem.

Além disso, foi também veiculado que a expectativa é de que a empresa consiga reduzir o índice de alavancagem (relação entre dívida líquida e EBITDA) para entre 2,5 vezes e 3 vezes até 2021.

Por sua vez, a Minerva esclareceu que a possível abertura de capital (IPO) da sua subsidiária Athena Foods S.A. é informação pública, já devidamente divulgada ao mercado pela Minerva por diversos meios, especialmente através do comunicado ao mercado no dia 31 de julho de 2019.

Dessa forma, a empresa esclarece que o IPO da Athena continua sendo estruturado e considerado pela Minerva, deixando explícito aos seus investidores que pode prosseguir com o IPO a qualquer momento.

A Minerva reconhece que a economia argentina se deteriorou de forma acentuada recentemente e, considerando que as subsidiárias argentinas da Athena são relevantes para o grupo, a companhia segue observando o comportamento desse mercado. Apesar disso, reiterou que a estratégia de abrir capital da Athena não mudou.

Em paralelo, a companhia esclareceu a respeito da celebração de memorando de entendimentos junto aos representantes chineses Xuefang Chen e Wenbo Ge.

Esse documento tem o intuito de explorar oportunidades comerciais no mercado chinês, em particular na importação e distribuição de carne bovina na China por meio de uma joint venture, e está em linha com a estratégia da Minerva de maximizar seus canais de distribuição na China e demais estratégias, inclusive o IPO da Athena.

Por último, a empresa esclareceu que seu objetivo de reduzir o índice de alavancagem já vinha sendo amplamente divulgado aos investidores em algumas oportunidades, a exemplo do comunicado ao mercado, a respeito do resgate da totalidade dos Bonds perpétuos, anunciado em 03 de abril de 2019.

Acreditamos que não há um cenário favorável em torno da Minerva que desperte um interesse em investir na companhia. Sendo assim, nos mantemos de fora de BEEF3, em busca de melhores oportunidades.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente