Radar

Radar do Mercado: BB Seguridade (BBSE3) – Reestruturação de acordo para aumento de performance operacional

By 7 de fevereiro de 2018 No Comments

A BB Seguridade Participações comunicou ontem (06) ao mercado que celebrou um Termo de Entendimentos com o Grupo Mapfre, que visa estabelecer as premissas para a celebração dos Acordos Definitivos que regularão a reestruturação societária e operacional das sociedades e a parceria entre Grupo BB Seguridade e Grupo Mapfre.

De acordo com o reportado, o novo grupo BB Mapfre vai atuar junto ao canal bancário do Banco do Brasil nas áreas de seguro de vida, prestamista (que garante o pagamento de prestações), vida produtor rural, habitacional, agrícola, penhor rural, residencial, empresarial, massificados e DPVAT.

No canal “affinity” (massificado), essas mesmas carteiras também poderão ser exploradas pelo “Futuro Grupo BB e Mapfre, desde que previamente acordado entre a BB Seguridade e a Mapfre”, destacou.

A exceção, de acordo com o relatado, é quando o canal “affinity” em questão for de uma sociedade coligada do BB, hipótese essa que dispensará a aprovação prévia.

Já a Mapfre vai atuar no canal corretor e “affinity” nos segmentos de seguro de vida, prestamista, agrícola, auto, grandes riscos, residencial, empresarial e DPVAT.

O Grupo Mapfre permanecerá com exclusividade para a comercialização dos seguros de automóvel e de grandes riscos no canal bancário do BB, em condições a serem definidas.

“A reestruturação da operação de seguros no Grupo Segurador BB E Mapfre está alinhada com a estratégia de simplificação da estrutura de governança e gestão das participações adotada pela BB Seguridade”, destacou a companhia, que complementou:

“Essa estratégia tem por objetivo aumentar a ênfase na comercialização de produtos de seguro no canal bancário, buscando aperfeiçoar os serviços prestados aos clientes do BB bem como a maximização na geração de valor para seus acionistas”.

A destinação dos recursos que poderão ser eventualmente liberados será posteriormente definida.

 

O referido anúncio a respeito da reestruturação de sociedade com a Mapfre, em nossa visão, pode ser interpretado como uma boa notícia por parte da empresa, isto por que, de maneira direta, demonstra que a companhia está empenhada em agregar e gerar ainda mais valor a seus acionistas por meio dessa operação estratégica operacional.

Isso pode, certo modo, gerar consequências bastante interessantes para os minoritários, como um aumento, no médio prazo, de dividendos por ação a serem recebidos, por exemplo, que, inclusive, apresentam um aumento histórico de volumes pagos interessantes no caso da BB Seguridade.

Dessa forma, o referido comunicado da companhia reforça nossa convicção de que a empresa continuará apresentando resultados sólidos e consistentes ao longo do tempo, além de firmar o seu compromisso com o respeito e transparência frente aos acionistas minoritários.

Pressupondo-se que o crescimento da empresa deverá permanecer no longo prazo, principalmente quando avaliamos a posição ainda subpenetrada do mercado de seguros brasileiro que deverá continuar crescendo a um ritmo interessante, entendemos que as empresas que nele atuam possuem à sua frente um ambiente muito favorável para o desenvolvimento de performance e geração de caixa, além da possibilidade de distribuir dividendos atrativos e crescentes.

No mais, acreditamos no potencial de crescimento da BB Seguridade, e seguimos aguardando ansiosamente pela divulgação de seus resultados operacionais referentes ao quarto trimestre de 2017, previstos para serem revelados no próximo dia 19 de fevereiro.

Compartilhe a sua opinião

Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.