Por: Tiago Reis

Radar do mercado: BB Seguridade (BBSE3) comunica aprovação de redução do capital social

Na data de ontem (25), a BB Seguridade Participações S.A. comunicou ao mercado e aos seus acionistas que o seu Conselho de Administração aprovou a submissão de duas propostas à Assembleia Geral de acionistas.

Primeiro, foi aprovado o aumento do capital social, no montante de R$ 450 milhões, sem emissão de novas ações, por meio da capitalização da reserva legal, nos termos da lei.

Dessa forma, o capital social da empresa será de R$ 6,096 bilhões, que precederá a proposta de redução do capital social.

Minicurso: Investindo em Fundos Imobiliários

Inscreva-se no nosso minicurso curso gratuito sobre FIIs e aprenda os principais conceitos para investir e viver da renda de Fundos Imobiliários!

Segundo, em ato contínuo, a redução do capital social no montante de R$ 2,7 bilhões, sem cancelamento de ações, por considerá-lo excessivo, nos termos da lei.

Caso a redução de capital seja aprovada, os acionistas da BB Seguridade receberão, a título de restituição, parte do valor de suas ações, no montante aproximado de R$ 1,35 por ação.

Este valor pode ser reajustado até a data em que a redução de capital se tornar efetiva, conforme a quantidade de ações em circulação à época.

Além disso, caso a redução de capital proposta seja aprovada, somente se tornará efetiva 60 dias após a publicação da ata da Assembleia Geral Extraordinária.

Nesta ocasião, o BB Seguridade divulgará aos acionistas os procedimentos a serem adotados, o montante exato a ser restituído por ação e as datas de pagamento e de início da negociação das ações de emissão da BB ex-restituição.

Por último, a empresa comunicou que o movimento proposto é resultado do seu comprometimento com a gestão eficiente de capital.

Cabe destacar que a BB Seguridade é uma empresa de participações (holding) controlada pelo Banco do Brasil e que atua em negócios de seguridade.

Suas participações acionárias são organizadas em dois segmentos, conforme segue:

– Negócios de risco e acumulação: coligadas constituídas na forma de joint-ventures ou sociedades com parceiros privados e que operam produtos de seguros, previdência aberta, capitalização, resseguros e planos de assistência odontológica.

– Negócios de distribuição: subsidiária integral que comercializa seguros, previdência aberta, títulos de capitalização e planos privados de assistência odontológica, além de coligada que atua na distribuição de produtos de seguridade por meio de canais digitais.

A empresa conta com a rede de distribuição do Banco do Brasil como o principal canal de comercialização de um portfólio completo de produtos com a intermediação de uma corretora própria.

Por fim, acreditamos que a redução de capital do BB Seguridade não impactará em sua capacidade de gerar valor aos acionistas.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

5 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Elanne Bandeira 26 de setembro de 2019

    Nesse caso continuo comprando?

    Responder
  • Matheus Barbosa 26 de setembro de 2019

    Olá, tem que ser acionista a partir de qual data para ter direito aos 1,35 por ação?

    Responder
    • Matheus 27 de setembro de 2019

      Ainda deve ser aprovada a redução Matheus, apenas após tal informação será divulgada.

      Responder
  • charles 26 de setembro de 2019

    Compro mais ou espero o valor se ajustar para novos aportes?

    Responder
    • Matheus 27 de setembro de 2019

      Qual seu objetivo? Será realmente que o “ajuste” citado depende unicamente da redução de capital?

      Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

209 artigos
Ações

FIIs

53 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

CORONAVÍRUS, PETRÓLEO, ECONOMIA E INVESTIMENTOS. VOCÊ JÁ SABE O QUE FAZER?​