Radar

Radar do Mercado: Banco ABC (ABCB4) – Aumento de capital para garantir crescimento

By 26 de dezembro de 2017 No Comments

O Banco ABC Brasil comunicou, na última sexta-feira (22) que, em reunião do Conselho de Administração realizada na mesma data, foi aprovado o aumento do capital social dentro do limite autorizado da companhia, no valor de até R$ 87.446.000,00 mediante emissão de até 7.014.397 novas ações, sendo 3.596.542 ações ordinárias e 3.417.855 ações preferenciais, com a utilização de crédito dos juros sobre capital próprio deliberados na mesma ocasião.

De acordo com o informado, os acionistas poderão exercer o direito de preferência na subscrição de ações na proporção de 3,62% sobre a posição acionária que possuírem em 28 de dezembro, e o preço de emissão por ação (ordinária e preferencial) será de R$ 12,46, fixado com base na média ponderada das cotações das ações preferenciais negociadas nos últimos 8 pregões, do dia 12 ao dia 21 de dezembro de 2017, com aplicação de deságio de 20%.

 

Esta é uma decisão estratégica por parte do Banco ABC, haja visto que o mesmo realizará o pagamento de JCP e, logo em seguida, realizará uma emissão de ações com desconto de 20% para seus atuais acionistas.

A decisão de participar ou não da subscrição acima referenciada é bastante pessoal de cada investidor, porém, é importante lembrar que aqueles que optarem por não fazer parte do processo terão, inevitavelmente, a sua participação na companhia diluída, visto que é natural compreender que a maior parte dos sócios deste banco tenderão a aproveitar a oportunidade de comprar mais ativos a preços descontados.

Dessa forma, achamos prudente sugerir a participação dos minoritários no aumento de capital da companhia através da subscrição particular de ações, muito por conta do já mencionado abatimento de 20% no preço dos papéis da companhia.

Para os que tiverem interesse na negociação, basta entrar em contato com a corretora a qual é cliente e informar o interesse na participação da transação.

É importante também, para esses acionistas, que se atentem para os prazos estipulados para a manifestação do interesse, de modo que nenhuma surpresa desagradável possa surgir no âmbito desta operação.

Cronograma estimado:

  • Período de subscrição: de 02/01/2018 a 02/02/2018;
  • Pagamento de Juros sobre Capital Próprio referente aos 3º e 4º trimestres de 2017: 09/02/2018 (valor bruto por ação: R$ 0,5320);
  • Período adicional para subscrição de sobras: 19/02/2018 a 23/02/2018;
  • Os recibos de subscrição serão negociáveis a partir de 14/02/2018, e serão convertidos em ações após a homologação da subscrição pelo Banco Central do Brasil;

Ademais, gostamos muito do Banco ABC, em grande parte por conta de seus resultados, mas também pelo fato de ser este um banco de nicho, rentável e bem operado, além do mesmo ser controlado pelo Bank ABC, banco sediado em Manama, no Bahrein, e que possui operações no Oriente Médio, Europa, Norte da África e Ásia, além de ser controlado pelo Banco Central da Líbia e que possui mais de US$ 30 bilhões em ativos.

Dessa maneira, seguimos admirando o Banco ABC e acreditando na sua capacidade de geração de valor para seus acionistas no longo prazo.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.