Acesso Rápido

    Qual seu perfil de investidor?

    Qual seu perfil de investidor?

    Para quem pretende começar os investimentos no mercado financeiro, é essencial saber qual o seu perfil de investidor.

    Assim, tomando conhecimento do perfil de investidor, é possível escolher ativos apropriadamente de acordo com o nível de exposição ao risco aceitado pelo investidor.

    O que é o perfil de investidor?

    O perfil de investidor é uma forma de classificar os investidores de acordo com as suas características e preferências de investimentos, sobretudo em relação ao nível de exposição ao risco aceitado pelo mesmo.

    Existem diversos perfis de investidores, que possuem diferentes características e níveis de aceitação de volatilidade, e, através disso, é possível entender qual carteira de investimento é mais apropriada para cada tipo.

    Minicurso: Investindo no Tesouro Direto

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos sobre o Tesouro Direto para quem quer começar a investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Por isso, a fim de construir uma carteira de investimento que se enquadre idealmente as preferências e a personalidade individual, é fundamental saber como descobrir o perfil de investidor.

    Como descobrir o perfil de investidor?

    Através de um simples diálogo com um investidor é possível detectar em quais dos perfis enquadrar o mesmo.

    Isto porque, normalmente, através de algumas respostas de perguntas básicas, é possível entender as preferências e o nível de aversão ao risco e volatilidade do investidor.

    Hoje em dia, no mundo online, existem diversos testes de perfil de investidor, que nada mais é do que um questionário relacionado aos objetivos e percepções do individuo em relação aos investimentos. 

    Entre as perguntas que são normalmente feitas em um teste de perfil de investidor, estão:

    • Qual prazo planejado para o investimento?
    • Qual o objetivo do investimento?
    • Como você reagiria a uma queda brusca das suas aplicações?
    • Entre outras perguntas.

    Conhecer o seu perfil de investidor é fundamental para começar a investir bem. Quer começar nos investimentos com o pé direito? Então baixe o Ebook Comece a Investir na Bolsa da Suno Research.

    Tipos de perfil de investidor

    Após responder várias perguntas e concluído o teste, ou conversado diretamente com algum profissional qualificado do mercado financeiro, o investidor pode entender melhor o seu perfil.

    Assim, de acordo com as respostas dadas pelo investidor, este pode ser enquadrado em alguns tipos de perfil de investidor:

    • Conservador;
    • Moderador;
    • Arrojado

    É importante destacar que estas são as 3 principais e mais frequentes classificações, mas, mesmo dentro de um mesmo perfil, é possível existir variações entre o nível de aversão ao risco do investidor.

    Por exemplo, é possível que 2 investidores classificados como conservadores, apresentem distinções.

    Um deles pode aceitar ter uma parcela mínima do seu patrimônio aplicado na renda variável, enquanto outro pode querer evitar a bolsa de valores a todo custo.

    Perfil conservador

    O perfil de investidor conservador é aquele que opta pela segurança do seu capital aportado, assim como a consistência de ganhos, mesmo que estes sejam baixos.

    Esse é um tipo de investidor que não pretende se preocupar e perder o sono por causa da volatilidade dos seus investimentos.

    Por isso, opta por ativos majoritariamente de renda fixa, onde há um retorno pequeno, porém muitas vezes real, sobre o seu capital investido.

    É interessante que o investidor de perfil conservador opte por opções mais rentáveis que a poupança e que possuem o mesmo risco associado, como é o caso dos títulos do tesouro, Fundos DI, CDBs, entre outras aplicações de renda fixa.

    Perfil moderado

    O perfil de investidor moderador é o meio termo entre o conservador e o arrojado.

    Portanto, é um investidor que preza por um maior equilíbrio em sua carteira de investimento.

    Apesar de enxergar valor na preservação e segurança do seu patrimônio, este investidor possuí certa tolerância a riscos, sobretudo de longo prazo.

    Logo, parte dos seus investimentos são direcionados para ativos com baixíssimo risco, visando apenas a correção monetária e algum ganho real, e outra para ativos mais arriscados, mas que possuem um grande potencial de valorização no longo prazo.

    É interessante perceber que o investidor de perfil moderado, além de diversificar seus investimentos em relação aos ativos, diversifica também em relação aos prazos dos investimentos.

    Perfil arrojado

    O investidor de perfil arrojado é aquele que costuma possuir uma baixa aversão ao risco.

    Ou seja, compreende que a volatilidade da renda variável pode causar percas de curto prazo, mas no longo prazo tende a entregar os melhores resultados.

    Portanto, esse investidor, na grande maioria das vezes, está mais preocupado com os resultados de longo prazo do que no curto.

    Minicurso: Aprenda a Investir em Dividendos

    Inscreva-se no nosso minicurso online gratuito sobre investimento em dividendos mais acessado do Brasil e junte-se a mais de 10.000 Alunos!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    O grande objetivo do investidor de perfil arrojado é obter ganhos bem acima da inflação, para obter um real aumento significativo do seu poder de compra.

    É importante lembrar que, mesmo normalmente preferindo a renda variável, é comum que este investidor tenha uma reserva de liquidez para emergências e, até mesmo, para aproveitar oportunidades de compra em baixas do mercado financeiro.

    Como montar uma carteira de investimento para o seu perfil de investidor?

    Como foi possível analisar, para cada perfil de investidor existe uma carteira de investimento mais adequada, que enquadra as particularidades, preferências e sensibilidade em relação a volatilidade do investidor.

    Neste contexto, é importante entender mais a fundo como pode ser composta a carteira de investimento para cada um dos perfis de investidores supracitados.

    Carteira de investimento conservadora

    A carteira de investimento do perfil de investidor conservador é composta majoritariamente, ou completamente, em casos de extremo conservadorismo, de ativos de renda fixa.

    Entre os principais ativos que podem compor a carteira de investimento conservadora, estão:

    • Títulos do tesouro;
    • CDBs;
    • Debêntures;
    • Fundos de renda fixa e fundos DI;
    • Entre outros ativos de renda fixa que apresentem ganhos acima da inflação.

    Contudo, com exceção do extremo conservador, pode-se também destinar uma pequena porcentagem da carteira para ativos de renda variável, a fim de obter uma rentabilidade mais atrativas.

    Fundos imobiliários e ações de companhias mais consolidadas, como é o caso das Blue Chips, podem ser bons ativos de renda variável para compor a carteira do investidor conservador.

    Carteira de investimento moderada

    A carteira de investimento do investidor moderado reflete o equilíbrio entre os ativos.

    Essa carteira pode ser composta com uma porcentagem na renda fixa e outra na renda variável, a depender das preferências do investidor, mas sem extremismo para um dos lados.

    Normalmente, o investidor de perfil moderado, além de investir em ativos mais consolidados da renda variável como FIIs e ações de Blue Chips, também procura ativos com maior potencial de valorização e de maior risco, como é o caso das Small Caps.

    Obviamente, por não ter um perfil arrojado, as small caps costumam representar apenas uma pequena parcela do grupo de ativos de renda variável que compõem a carteira do investidor de perfil moderado.

    Carteira de investimento arrojada

    O investidor de perfil arrojado, por não ser muito sensível a volatilidade e não possuir grande aversão ao risco de curto prazo, opta majoritariamente por ativos de renda variável.

    Evidentemente, esse investidor diversifica seus ativos dentro da renda variável. A carteira costuma ser composta por FIIs, Ações de Blue Chips, Small Caps e empresas que pagam bons dividendos.

    A porcentagem de cada um desses tipos de ativos de renda variável irá depender do grau de risco aceitado pelo investidor.

    Afinal, existe um investidor arrojado e existe um investidor extremamente arrojado.

    É comum que o investidor arrojado possua uma certa reserva em ativos de renda fixa de altíssima liquidez, para conseguir adquirir ações e fundos quando os preços estiverem em queda.

    O perfil de investidor muda ao longo do tempo?

    Muitas pessoas têm dúvidas se o seu perfil de investidor pode mudar ao longo do tempo.

    Portanto, verdade é que o investidor pode sim alterar o seu perfil, já que seus objetivos podem estar sujeitos a mudanças, assim como a sua forma de encarar os riscos associados aos investimentos.

    É comum que, quanto mais tempo e experiência no mercado financeiro o investidor tem, mais compreensível e resistente à volatilidade o indivíduo fique.

    Por isso, é comum que investidores de perfil conservador com um tempo se tornem moderados ou arrojados, à medida que aprendam um pouco mais sobre o mercado de capitais.

    Assim como, também é possível que investidores arrojados, após já terem construído um patrimônio suficientemente grande, queiram tornar suas aplicações mais estáveis e seguras, tornando-se mais moderados ou conservadores.

    Esse artigo te ajudou a entender melhor o que é perfil de investidor? Deixe comentários e dúvidas no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *